Celebridades

'Nós somos como uma anti-Apple', diz co-fundador e CEO da Netflix

COMPARTILHE
22

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Com o objetivo de gerar senso de responsabilidade, a Netflix costuma compartilhar informações da empresa entre os funcionários, disse Reed Hastings, CEO da Netflix. 

Instituto Neymar Jr. leiloa um dia com Gisele Bündchen

Na próxima quinta, 19, cerca de 700 pessoas, entre personalidades, atletas e empresários brasileiros...

Paulo Gustavo relembra câncer de pele e faz alerta a seguidores

O ator Paulo Gustavo falou a respeito do câncer na pele pelo qual passou...

Duque e Duquesa de Cambridge batizam príncipe Louis

O Príncipe Louis foi batizado nesta segunda-feira, 9, na Capela Real do Palácio St....

Em entrevista a Chris Anderson na conferência TED, neste sábado (14), Hastings, co-fundador e CEO da Netflix, disse que a empresa é como “uma ‘anti-Apple'”. “Eles se dividem em compartimentos, nós fazemos o oposto. Todos têm acesso a todas as informações.”

Durante a entrevista, o CEO disse que essa política da Netflix foi implantada após ele ter sofrido com a obsessão em prevenir erro na sua primeira empresa, Pure Software, em 1990.

Continua depois da publicidade

TERRENO BALDIO 

Sobre a rapidez em que a Netflix cresceu e se tornou um fenômeno em poucos anos, Hastings disse que esta é a dinâmica da internet “tudo move-se muito rapidamente”.

Esta mesma rapidez, segundo Hastings, é o que fez com que redes sociais fossem colocadas em dúvida sobre questões de privacidade, como o Facebook. “Notei tanto que tanto o Facebook quanto as outras redes sociais estão tentando crescer muito rapidamente”. 

Hastings comparou as redes sociais com televisão, que nos anos 1960 era considerada um “terreno baldio” e que iria “apodrecer a mente de todos”. “No fim, todos ficaram bem. Toda nova tecnologia tem seus prós e contras e as mídias sociais também estão descobrindo isso”, disse.

Indagado se o Facebook foi injustamente criticado, ele responde que “não injustamente”. “Mark está comandando os ajustes do Facebook e está muito entusiasmado sobre isso”, disse o CEO da Netflix.

 

Publicidade