Conteúdo Dirigido

Orvel promove ação social para comemorar aniversário do Grupo Orletti

COMPARTILHE
574

Para comemorar seus 25 anos no ramo de veículos, o Grupo Orletti vai promover diversas ações sociais no Espírito Santo, Bahia e Minas Gerias. Em Cachoeiro de Itapemirim, sede da concessionária Orvel, uma das 16 unidades do grupo, acontecerá um café da manhã solidário entre funcionários, parceiros e clientes para arrecadar alimentos e materiais de limpeza, que serão destinados à Escola de Música “Tocando Em Frente”, um dos projetos da Casa Verde. O evento acontece nesta sexta-feira (21), às 8h, data do aniversário da empresa.

Cada uma das 16 concessionárias escolheu uma instituição para ajudar. Representantes da Orvel optaram por beneficiar o Projeto Casa Verde, que atende, somente com a escola de música, 115 crianças. A maior parte delas de bairros carentes. A concessionária doará alimentos destinados ao lanche das crianças, que passam meio período no projeto.

Para Eduardo Araújo, gerente de vendas, “o apoio social pode gerar grandes mudanças na sociedade. Dar opções para as crianças que não teriam essa chance sem o projeto é muito bacana. Arte gera oportunidade de crescimento para essas crianças, que possivelmente estariam nas ruas. O Grupo Orletti, por meio da Orvel, acredita que a solidariedade é um grande passo para mudar o mundo”.

O Projeto

Entre os projetos atendidos pela Casa Verde, está a Orquestra Sinfônica Sul ES (Osses), composta por músicos da Escola de Música “Tocando em Frente”, que se apresentará nos próximos dias 21 e 22 de dezembro, na Praça Jerônimo Monteiro, às 20h.

Continua depois da publicidade

Segundo Gilson Gomes, administrador da casa, o projeto sobrevive de doações que ajudam a manter a escola de música. Os professores são ex-alunos voluntários, que ensinam a arte aos pequenos músicos. Qualquer doação pode ser deixada no local, que fica na rua Elizario Corte Imperial, 184, bairro Texeira Leite, antiga Casa das Meninas.

“Quero agradecer imensamente a Orvel pela iniciativa. Temos sempre necessidade de dar o lanche as crianças e a casa depende destas doações. Será uma grande ajuda, já que a maior parte delas vem de comunidades carentes e, algumas, fazem a refeição do dia no projeto”, comentou Gilson.