Banco apoia investimentos em energia solar no ES

COMPARTILHE
948

Economizar na conta de energia sempre foi uma preocupação para empresários da indústria, comércio e serviços. Para ampliar o acesso a sistemas que permitam essa economia, o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) financia micro, pequenas e médias empresas que queiram investir na área.
São financiamentos para captação de energia solar, pequenas hidrelétricas e energia proveniente de gás natural, além de outras formas de reaproveitamento energético e boas práticas ambientais.
O valor do financiamento depende do projeto, que pode ser modular, ou seja, o empresário pode optar por ficar 100% independente da conta de energia, ou fazer um investimento para reduzir o custo mensal. Em média, o empresário tem o retorno financeiro em seis anos.
“O Bandes está atento às demandas dos segmentos econômicos capixabas e, por isso, temos as linhas de financiamento para fomentar esse tipo de atividade rentável, que gera empregos e preserva o meio ambiente”, explica o gerente de Desenvolvimento e Planejamento do banco capixaba, Sávio Caçador.

 Economia verde

O que é?
É um financiamento para incentivar o desenvolvimento da eficiência energética, das melhores práticas de controle ambiental e do uso de materiais recicláveis. A linha busca apoiar a adoção de sistemas de produção e consumo que preservem os recursos naturais, utilizem fontes de energia renováveis, mantenham a vegetação nativa, além de outros procedimentos que contribuam para a correta utilização de ativos ambientais.

O que pode ser financiado?
· Investimentos em energia renovável e eficiência energética;
· Apoio a empresas que utilizem subprodutos ou produtos reciclados como principal matéria-prima em seus processos produtivos;
· Condicionantes ambientais aplicadas pelos órgãos competentes;
· Apoio a empresas participantes da cadeia de materiais reaproveitáveis;
· Investimentos no controle ambiental;
· Apoio a projetos com capital de giro associado (financiando investimento fixo e capital de giro).
Informações sobre linhas de financiamento podem ser obtidas pelo telefone 0800 283 4202 ou www.bandes.com.br

Continua depois da publicidade

Economia e sustentabilidade
A procura por projetos de energia fotovoltaica tem crescido nos últimos meses, tanto pela economia que a fonte proporciona, como pelo cuidado e consciência com o Meio Ambiente. Já consolidada no mercado, a JMS Engenharia e Energia, com sede em Cachoeiro de Itapemirim, atua em toda a região Sul, na Grande Vitória e em municípios do Rio de Janeiro e Minas Gerais.
“Hoje, nosso foco principal está na energia solar. Fornecemos todas as etapas, desde a venda do equipamento, elaboração de projeto, instalação e comissionamento por todo o processo junto a concessionária. Fazemos também cada etapa, separadamente, conforme a demanda do cliente. Além disso, trabalhamos com projetos, instalações elétricas e projetos de Engenharia Civil”, explica Eden Resende de Amorim Júnior, sócio proprietário da empresa e engenheiro civil.
Segundo Eden, os benefícios da energia solar são muitos, tanto econômicos como ambientais. “O principal benefício é a economia na conta de energia. Essa economia pode variar na faixa de 70% a 90%, dependo do consumo do cliente. Quanto maior o consumo, maior o percentual de economia. Outro benefício é por se tratar de uma energia mais limpa, renovável que não agride o Meio Ambiente”, explicou.

Ainda segundo o engenheiro, a procura por energia solar está crescendo de forma considerável. A opção tanto é viável para empresas como para residências com o valor mínimo de R$ 250 na conta de energia. “A residência que tem uma conta a partir de R$ 250 já torna o investimento viável, economicamente falando. Porém, já tivemos clientes que consumiam menos do que esse valor, mas fizeram essa instalação devido à consciência ambiental”, completa Eden.

Conheça a JMS Energia Solar:
http://www.jmssolar.com.br/
Instagram: https://www.instagram.com/jmssolar
Facebook: https://www.facebook.com/jmssolar/

Publicidade