Vila Velha: “Hegemonia Política”

COMPARTILHE
95
Advertisement
Advertisement

As últimas pesquisas eleitorais divulgadas pelo Folha Vitória (FUTURA) e pelo Gazetaonline (IBOPE) mostraram que a cidade canela verde ainda respira os ares hegemônicos. Aliás, essa é uma vocação da maioria dos municípios da Região Metropolitana, bem como do próprio Estado, que não tem segundo turno há 22 anos, sendo comandado por apenas dois nomes nas últimas cinco eleições.

Continua depois da publicidade

Isso mostra que o espírito político do capixaba, em especial dos municípios da Grande Vitória não amadureceu e não é muito afeiçoado as necessárias renovações políticas. No tocante a mudança, Vila Velha também é um exemplo negativo, pois nos últimos 36 anos a cidade foi governada por apenas cinco nomes, sendo que três desses nomes dominaram o município por longos 28 anos.

Essa permissividade se assemelha a uma “falsa” alternância, um comportamento que prejudica a formação de novas lideranças, o que resulta na desidratação de todas as possibilidades de mudança e renovação política. Ou seja, boa parte da sociedade vilavelhense ainda cultiva a ala tradicional da política e observa com muita cautela a presença de novos nomes. Contudo, uma luz de esperança se ascende no túnel da mesmice, no qual a alta rejeição dos nomes mais emblemáticos e as opções repetidas podem consagrar um estreante.

Ademais, as pesquisas também apontam para um fechamento entre três nomes, um natural afunilamento que pode ser modificado, basta um fato. Obviamente, o jogo só começou, mas os diferentes times já sabem onde e como jogar, principalmente nos erros dos seus adversários, o que pode dificultar a missão de quem está no poder e daqueles que já estiveram com a batuta do município na mão.

Enfim, vamos aguardar as próximas movimentações, certamente, ciência e inteligência serão primordiais e decidirão o pleito eleitoral que se aproxima, uma eleição que exigirá a leitura e a interpretação dos mínimos detalhes. Um erro pode ser fatal!

Na primeira largada, os hegemônicos marcaram os primeiros pontos, resta saber como se comportarão os verdadeiros juízes da disputa, os eleitores.

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.