Vida e tempo

COMPARTILHE
Um dos momentos em que nos damos conta de que o tempo está passando, é quando vemos nossos ídolos de juventude envelhecendo e partindo
28
Advertisement
Advertisement

Um dos momentos em que nos damos conta de que o tempo está passando, é quando vemos nossos ídolos de juventude envelhecendo e partindo. A gente se depara com a inequívoca certeza de que ninguém é imortal, ninguém fica para sempre nesta vida, muito menos nós.

Continua depois da publicidade

A gente leva a vida esquecendo disso. Esquecemos que é mais importante viver intensamente cada dia que amanhecemos, cada minuto, para construir um amanhã que é incerto. Mas não construindo um amanhã que muita gente se esforça tanto para ter, com a melhor casa, o melhor carro e outras coisas que são boas de ter, mas te asseguram o que?

O amanhã mais importante de se construir é o de poder deixar suas ideias, seus exemplos, seus pensamentos, sua educação, sua história, sua vida, propriamente dita. Quem tem muito nem sempre tem o bastante para deixar e permanecer, sem ser corroído pela ferrugem do tempo. Porque tudo que é material se divide ou provoca divisão.

Mas o que você é ou foi fica na memória de quem te amou, te admirou, te conheceu, porque, no outro caso, as pessoas amam, admiram e conhecem o que você tem ou ostenta, e não você. E quando isso acontece, a lembrança se apaga junto com as coisas que ficam ou trocam de dono, enquanto a recordação fica naqueles que guardam as ideias e exemplos de quem você foi.

Por isso, envelhecer pode ser chato, mas não é o começo da morte, para quem tem a consciência de que a vida é muito mais do que você tem ou aparenta. Quem vive para deixar seus pensamentos, ideias e exemplos sabe que isso nunca vai envelhecer, apesar de existir quem, talvez, discorde deles. Mas, pelo menos, continuarão como parâmetros para discordâncias e debates, contribuindo para a juventude e crescimento de muitos, através do tempo.

Viver para sempre não é ser jovem eternamente. E nem deixar bens materiais para seus entes queridos (nada contra, aqui, se a pessoa pode ajudar materialmente quem ama), desde que isso não seja a única coisa a oferecer. Viver para sempre, quem sabe, é poder fechar os olhos com a certeza que ajudou a construir um mundo melhor e pessoas melhores. Isso é viver e deixar um legado – a palavra morte deixa de existir.

Se eu acredito em vida depois da morte? Sim, acredito. Mas se ela não existir, não deve haver maneira mais bonita de partir do que sabendo que você não escreveu sua vida apenas em aço ou pedra, mas sim nos corações das pessoas que te amaram e até não amaram, mas conheceram, apesar dos erros. O erro faz parte do caminho.

Não deve haver maneira mais bonita de seguir a jornada, deixando uma história cheia de páginas escritas com sinceridade e amor. Porque o amor é tinta que não se apaga, é história que não se muda, é vida que não se mata.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].