Vereador Robertinho Magnético cobra, mas não participa de reuniões sobre Covid-19 em Ibatiba

COMPARTILHE
316
Advertisement
Advertisement

A Comissão de Saúde da Câmara de Ibatiba reuniu-se nesta segunda-feira (25), no gabinete do prefeito de Ibatiba, Luciano Pingo, para tratar das ações de combate ao novo coronavírus. O presidente do colegiado, Robertinho Magnético (Podemos), que tem se empenhado em fazer cobranças à administração municipal, não compareceu no encontro e nem justificou sua ausência.

Continua depois da publicidade

A Comissão é considerada uma das mais importantes do Legislativo, principalmente neste momento de pandemia. O parlamentar, que preside o colegiado e sempre tem criticado o Executivo e feito cobranças, também não compareceu a outra reunião sobre o coronavírus, desta vez no CRAS, reunindo lideranças de cerca de 20 instituições do município.

Oposição à parte, já que com saúde não se brinca, os vereadores Geilson Tomaz (Cidadania) e Ivanito Barbosa (PP), que integram a Comissão de Saúde, entendem o momento delicado que o município está passando e estiveram nas reuniões para tratar das estratégias de combate à Covid-19.

Fica a dúvida se as cobranças e críticas do vereador presidente da Comissão são apenas por indiferenças políticas ou de fato de interesse público. Vereadores como Fabio Ambrozio (PSB) e Marquinho Delega (PMN), que também demonstram divergências com o Executivo, estão mantendo diálogo de união para combater o coronavírus. Atitude mais que sensata desses dois parlamentares!

O vice-prefeito, Dr. Jonhson, hoje oposição a atual gestão, também foi convidado para contribuir neste importante diálogo, principalmente por ser médico, mas também não compareceu aos encontros, estranhamente como fez o vereador Magnético, ambos do Podemos, partido que tenta ganhar palanque e lançar candidato a prefeito nas eleições deste ano.

Nota-se que a politização do combate ao coronavírus também parece acontecer na encantadora Terra do Tropeiro.

Em contradição

A Coluna fez contato com o vereador que negou presidir a Comissão de Saúde da Câmara Municipal e que teria assumido a Comissão de Educação. Robertinho Magnético limitou-se a dizer que não pode participar, mas não justificou o motivo.

Em consulta ao portal do Legislativo de Ibatiba foi constatado que o vereador continua presidente da Comissão de Saúde e que seu desligamento ocorrerá em 31 de dezembro de 2020.

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.