Venda Nova terá a eleição mais concorrida da sua história... e cada voto valerá ouro!

COMPARTILHE
271
Advertisement
Advertisement

Este ano, Venda Nova do Imigrante terá a eleição para prefeito mais concorrida da sua história. Marcada por pleitos com poucos candidatos desde sua emancipação, em 1988, a cidade terá de decidir entre cinco nomes para ocupar o principal posto do Executivo municipal.

Continua depois da publicidade

A matemática em torno desse número de candidatos é interessante. Venda Nova tem, hoje, 18.597 eleitores, segundo os números do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Se levarmos em conta a taxa de abstenções e de votos brancos e nulos das últimas eleições, que gira em torno dos 28% ou 30%, cerca de 13,4 mil cidadãos irão efetivamente às urnas escolher seu representante.

Num exercício mental em que todos os candidatos tenham mais ou menos a mesma entrada junto os eleitores e um número parecido de votos, 2,7 mil votos poderão eleger o novo prefeito da cidade. É uma conta simples, dos votos de cada um dos 13,4 mil cidadãos divididos pelos cinco candidatos. Mesmo se todos os eleitores forem às urnas, um candidato se elegeria com menos de quatro mil votos. Inédito.

O aumento no número de candidatos e a consequente fragmentação dos votos é uma tendência em todo Espírito Santo. Dos 11.529 candidatos que concorrem nas eleições 2020, 373 disputam o posto de prefeito. Já nas últimas eleições municipais, em 2016, esse número era de 271.

Na prática, vai ser uma disputa ponto a ponto, proposta a proposta. E, claro, mais nomes na corrida significa mais opções para o eleitor escolher quem melhor se encaixa naquilo que quer para sua cidade. Cada voto valerá ouro.

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.