Superaquecimento em consoles

COMPARTILHE
38

Com o verão e o calor chegando, chega junto às férias e com as férias nossos consoles automaticamente vão ficar mais tempo ligado, pois todos nós gamers sempre aproveitamos nossos horários vagos para jogar nossos consoles. Mais nem todos gamers pensa na saúde do console, a maior parte das pessoas só pensam nesse quesito quando começam a ter problemas. Então vamos abordar esse assunto tão polemico aqui e esclarecer algumas dúvidas.

  • Os consoles não possuem um sistema de resfriamento?

Todos os consoles tanto os mais antigos quanto os da nova geração possuem sim um sistema de resfriamento porem as grandes fabricantes “Microsoft” e a “Sony” quando criaram seus consoles o grande publico alvo deles são a Europa, Ásia, Japão e America do norte, ou seja, são países com climas mais frios, e por isso nós de países mais quentes sofremos um pouco mais com superaquecimentos. Uma coisa que atrapalhou um pouco mais nós brasileiros e que existe uma lei no Brasil que certos aparelhos eletrônicos não podem ultrapassar uma determinada quantidade de decibéis (DB) e isso fez as fabricantes de consoles diminuirem a rotação do cooler para diminuir o ruído, mais no lugar de ajudar isso acabou atrapalhando, pois com o cooler girando menos automaticamente o processador esquenta mais.

  • Que cuidados devemos ter com o console?

Deixar o console sempre em um local fresco e arejado, longe de poeira e o principio básico para manter qualquer aparelho eletrônico com uma vida útil mais extensa. Outra recomendação é pelo menos uma vez por ano, fazer a limpeza e a troca da pasta térmica do console, mas lembrando que a troca da pasta térmica só é feita por técnicos especializados. Alternativa muito boa porem muito cara e inviável ainda é a substituição de disco rígido (HD) por um Disco de estado Solido (SSD) que alem de evitar um aquecimento excessivo no console melhora muito o desempenho do mesmo.

  • Kits de resfriamento é mesmo uma boa opção?
Continua depois da publicidade

Com os consoles sofrendo com o calor, as empresas de terceiros não esperaram muito para já chegar ao mercado com suas formas e idéias revolucionarias para resolver esse problema a um pequeno custo a mais, mais realmente vale a pena investir nesses “Kits de resfriamento”? Vamos conhecer alguns desses “Kits” e “Acessórios” que achamos com facilidade no mercado para facilitar nossa vida.

Cooler Exaustor para PS4 e PS4 PRO  com 5 ventoinhas.

Esse acessório é uma forma rápida e barata para amenizar o problema de excesso de calor, um acessório desse gira entre R$ 50,00 e R$100,00 na internet ou em lojas especializadas pelos pais.

 

– Base Vertical para Playstation 4 e Playstation 4 PRO com cooler

Outra ótima opção para amenizar o superaquecimento dos consoles da “Sony”  é a base vertical com cooler, que em alguns modelos ainda vem com carregadores adicionais para os controles e com mais algumas portas adicionais “USB” para o console, apesar de alguns técnicos não recomendarem deixar o console na posição vertical, ate hoje não foi nada comprovado que isso diminua a vida útil do console. O valor de um acessório desse gira em torno de R$70,00 a R$150,00 em lojas especializadas e em lojas pela internet.


-Chip inteligente para resfriamento.

Esses chips inteligentes são instalados por dento do Playstation para aumentar a rotação do cooler interno do Playstation 4, que por uma norma imposta pela lei brasileira que aparelhos não podem passar uma determinada quantidade de ruídos em Decibéis (DB) a Sony reduziu a rotação dos seus consoles para diminuir o ruído e isso acabou afetando a refrigeração dos consoles causando o superaquecimento nos mesmos. Existem chips que são instalados para aumentar a rotação, existem os inteligentes que so aumentam a rotação quando o console esquenta demais e existem aqueles que têm os botões de liga e desliga que ai fica a critério do usuário aumentar ou não a rotação na hora que quiser. Lembrando que só recomendamos colocar esses chips de resfriamento com técnicos de confiança pois seu console precisara ser aberto e alterado e isso ira causar a perca da garantia do console. Esses quites de resfriamento variam os valores entre R$50,00 a R$150,00 fora a mão de obra do técnico.

  • Pasta Térmica realmente f az a diferença?

Primeiramente, vamos explicar o que é a pasta térmica e qual a função dela nos equipamentos eletrônicos.

O processador e outros componentes produzem uma grande quantidade de calor quando estão trabalhando, por isso usamos coolers, que são responsáveis por retirar esse calor do processador e dissipá-lo, para que a temperatura do componente não suba demais. Assim o calor precisa ser transportado do processador para o cooler. Aparentemente a superfície do processador e da base do cooler é totalmente lisa, o que nos leva a pensar que o contato deles e perfeito e que o calor consegue passar facilmente. No entanto, microscopicamente, essas superfícies não são perfeitamente lisas, de forma que o contato entre o cooler e o processador não apresenta uma boa condutividade térmica, principalmente por causa de bolsas de ar microscópicas que ficam entre as duas superfícies. Como sabemos, o ar é um isolante térmico. Por isso, é necessário utilizar a pasta térmica: por não ser sólida, ela se espalha e preenche essas lacunas. E como a condutividade da pasta térmica é bem melhor do que a do ar, a condução de calor é bastante melhorada. Porém, é preciso não exagerar na quantidade de pasta térmica aplicada, já que as pasta térmicas disponíveis têm uma condutividade térmica, embora melhor do que a do ar, bem pior do que a do cobre ou mesmo do alumínio. Assim, colocar pasta térmica em quantidade além da necessária vai atrapalhar a transmissão do calor para o cooler e, desta forma, deixar o seu processador mais quente. Existem vários modelos nacionais e importados de pasta térmica e aqui vamos falar de alguns modelos mais comuns no mercado, mas lembrando que tem uma infinidade de outras marcas e modelos tanto melhores quanto piores. A compra de uma pasta térmica não tão é fácil quanto parece. Isso porque o mercado traz inúmeros modelos de pastas com preços que podem ir de R$ 6 a R$ 70. Uma das principais diferenças está no material: as mais comuns e baratas são as pastas térmicas brancas, feitas de uma mistura de óxido de zinco e silicone, essas não tem material condutor térmico (apesar de dissiparem o calor). Existem, também, materiais com metais líquidos, como aço, cobre e alumínio. As mais caras são as de prata, metal com melhor condução térmica – ou seja, com melhor desempenho ao dissipar o calor.

  1. Implastec Pasta Térmica 15g

A pasta, uma das mais baratas do mercado (R$ 6,90 aproximadamente), é feita de silicone com alto peso molecular. O componente trabalha entre 40ºC – 200ºC e tem condutividade térmica de 2 w/mk.

  1. DeepCool Pasta Térmica Z5 DP-TIM-Z5 38g

Também é considerada uma pasta de baixo custo, principalmente por não ter material condutor. Com preço médio de R$ 26 com 38 gramas, tem condutividade térmica de 1,46 w/mk e temperatura estável de 50ºC a 300ºC.

  1. Zalman Pasta Térmica ZM-STG2 40g

Apesar de não ter um metal condutor, como a pasta anterior, sua condução térmica é maior: 4.1w/mk. Já a temperatura estável tem menor valor, entre 40ºC e 150ºC. Seu preço é um pouco superior – cerca de R$ 38,90 – mas, por outro lado, sua embalagem é maior que as anteriores.

  1. Arctic Cooling Pasta Térmica MX-2 4g

Em uma categoria mais nobre, essa pasta conta com micro-partículas de carbono que chegam a condutividade térmica de 5,6 w/mk (sua temperatura estável não foi divulgada). O preço pode chegar a R$ 40 em somente 4 gramas e a versão com 30g passa dos R$ 100.

 Pasta Térmica Arctic Silver 5 3,5g

Por último, a queridinha dos mais ‘heavy users’ dos computadores. A pasta que tem como principal componente a prata, custa cerca de R$ 35 em apenas 3,5g. O que mais impressiona é sua condutividade térmica, que chega a 350.000 W/m2. Ela pode abaixar a temperatura do computador de 3 a 12ºC se comparada às pastas comuns.

De todas as pastas térmicas as mais recomendadas são as que têm como principal componente a prata, que apesar de ser mais cara um pouco vale cada centavo a mais por sua grande condutividade térmica. Mais lembrando que a troca da pasta térmica tanto em consoles quanto em computadores ou qualquer equipamento eletrônico só pode ser feita por técnicos especializados para evitar danos aos componentes, pois não adianta apenas ter uma boa pasta térmica, pois a forma de aplicação da pasta térmica influencia muito no desempenho ao dissipar o calor. Uma pasta de melhor qualidade mal aplicada pode ter um desempenho pior ao dissipar o calor do que uma pasta de baixa qualidade bem aplicada, então antes de pensar em comprar uma pasta térmica converse.

Publicidade