Subsídio dos secretários estaduais pode ter reajuste de 3,5% no ES

COMPARTILHE
O projeto é de autoria do líder do governo na Assembleia, deputado Enivaldo dos Anjos / Foto: Tati Beling
25

SUBSÍDIO DOS SECRETÁRIOS

Tramita na Assembleia Legislativa o Projeto de Lei 977/2019, de autoria do líder do governo na Casa, o deputado Enivaldo dos Anjos, que propõe reajuste nos subsídios dos secretários estaduais. O reajuste é de 3,5%, o mesmo proposto pelo governo aos servidores do Executivo no PL 974/2019.

CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA

O Instituto de Previdência dos servidores municipais de Cachoeiro de Cachoeiro solicitou ao prefeito Victor Coelho (PSB) que a contribuição do funcionalismo seja reajustava, passando de 11% para 14%, assim como propõe o Governo do Estado. Se acatar o pedido, Victor terá que encaminhar a proposta para apreciação dos vereadores.

SUPLENTES EM CASTELO

Continua depois da publicidade

Os suplentes Marco Antônio Sandre Correia, o “Zoim” e Maria Lúcia Ventorim tomaram posse nesta semana como vereadores em Castelo. Eles assumiram as vagas deixadas por Domingos Fracaroli e Everton Zanúncio, eleitos prefeito e vice no mês passado.

FOTO DO LEITOR

Partiu? Lucas Carreiro (@luccasfc) fez o registro voltando do litoral Sul capixaba. Quem passa pela BR 101 tem o privilégio de ver essa linda paisagem composta pela pedra do Frade e a Freira.

Mostre seu clique pra gente, use a hashtag #aquileitor no Instagram

PARABÉNS

Quem completa nova idade hoje é competente locutor da Rádio Cultura, Denaldo Botelho. A coluna lhe deseja muita saúde e felicidade!

DEU BOM

Anchieta está entre as seis cidades do Estado com melhor potencial para investimento. Uma ferramenta criada pelo Instituto de Desenvolvimento Educacional e Industrial do Espírito Santo (Ideies), da Findes, elencou os municípios do ES com os melhores ambientes de negócios. Anchieta ficou na sexta posição, atrás apenas de grandes cidades como Vitória, Vila Velha, Linhares, Colatina e Aracruz.

DEU RUIM

O tensionado relacionamento entre os profissionais do transporte metropolitano com os empresários do setor e o Governo do ES gerou mais uma greve da categoria. Aprovada em assembleia na quarta-feira, motoristas e cobradores vão paralisar suas atividades a partir da zero hora da próxima segunda-feira. Eles querem reajuste salarial de 9%. Nas negociações, até então, foi oferecido 2,5%.

Publicidade