Rejeitada urgência em projeto que propõe redução do salário de deputados estaduais do ES

COMPARTILHE
832
Advertisement
Advertisement

Em sessão ordinária realizada por videoconferência na manhã desta quarta-feira (6), foi rejeitado o pedido de urgência no Projeto de Lei 214/2020, do deputado Luciano Machado (PV), que dispõe sobre a redução da remuneração dos deputados estaduais durante a pandemia.

Continua depois da publicidade

A matéria, que prevê a redução em 30% do salário dos deputados por um período de três meses, com objetivo de direcionar o recurso não usado no pagamento dos subsídios para ações contra o novo coronavírus, deverá seguir o rito normal e será discutido nas comissões.

A sessão virtual foi marcada por muito bate-boca entre os parlamentares que se sentiram traído com a proposta de Luciano Machado, pois eles afirmam que a ideia inicial foi do deputado Turino Marques (PSL), em um grupo de WhatsApp, e que a proposta não havia sido amadurecida. Num tom contra Machado, os deputados afirmaram que “o deputado que jogar para a plateia e prejudicar a imagem do Legislativo.

Luciano se defendeu e disse que sempre tratou todos seus pares com respeito e que jamais quis prejudica-los e que a proposta segue um clamor popular.

 

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.