"QUERO ME APOSENTAR”. O QUE FAZER?

COMPARTILHE
241

     Aposentadoria. Momento ímpar e sonhado por praticamente toda a população. Chegar ao momento em que haverá a compensação por tantos anos de trabalho árduo, seja rural, ou seja, urbano, por meio do merecido descanso. No entanto, uma fase que deveria ser marcada por episódios felizes e realizadores acaba se transformando em uma grande dor de cabeça, muitas vezes porque o segurado não tem o conhecimento de toda a documentação que precisa ser entregue junto ao INSS para requerer o benefício. Já atendi pessoas que tiveram   grandes prejuízos na concessão de seus benefícios, porque não apresentaram toda a documentação necessária.

                São vários os tipos de aposentadoria que existem hoje em dia. Não pretendo aqui esgotar o tema, mas fornecer aos leitores dicas que podem fazer toda a diferença no momento do requerimento administrativo.

                As aposentadorias mais requeridas são: Aposentadoria por Tempo de Contribuição, Aposentadoria por Idade e Aposentadoria por Invalidez. Vou falar sobre as duas primeiras. Em outro momento, falarei especificamente sobre os benefícios por incapacidade.

Continua depois da publicidade

                Para conseguir a aposentadoria por idade, o segurado precisa ter 65 anos de idade, se homem e 60 anos se mulher. Em ambos os casos precisa ter contribuído pelo menos por 15 anos.

                Já na aposentadoria por tempo de contribuição, o segurado precisa ter no mínimo 53 anos de idade e 35 anos de tempo de contribuição, se homem. Sendo mulher, precisa ter 48 anos de idade e 30 anos de contribuição. E em ambos os casos, dependendo da situação, a aposentadoria pode ser recebida no seu valor integralmente.

                Muitos chegam ao escritório e me perguntam o que precisam ter em mãos para se aposentar. As dúvidas são muitas. Portanto, se você se encaixa nessas condições que citei hoje e quiser fazer o seu pedido de aposentadoria, deve ter em mãos os seus documentos pessoais (Carteira de Identidade, CPF, Carteira de Trabalho), PIS ou NIT, Carnê de pagamento do INSS (para quem é contribuinte individual ou facultativo).

                Para quem trabalhou em atividades insalubres, é importante ter ou providenciar um documento chamado PPP (Perfil Profissiográfico Previdenciário), que faz prova da exposição aos agentes agressores à integridade física.

                Já para quem trabalha ou trabalhou na zona rural, é importante ter, por exemplo, um contrato de parceria agrícola, documentos da propriedade onde trabalhou, certidão de casamento que prova a condição de trabalhador rural, dentre vários outros documentos.

                Muitos sequer têm noção do que fazer para requerer a aposentadoria. Se a idade e o tempo de contribuição forem atingidos, o segurado deve procurar a agência do INSS pela internet ou pelo telefone 135 e fazer o seu requerimento. Mas antes disso é muito importante se assegurar de que toda a documentação está correta, para evitar problemas futuros. Procure orientação com um profissional e tornar o caminho da sua aposentadoria menos difícil.

Publicidade