PSC convida Parraro para uma possível disputa ao Palácio Bernardino Monteiro

COMPARTILHE
474
Advertisement
Advertisement

O Partido Social Cristão (PSC), sob o comando o comando de Umberto Júnior, em Cachoeiro de Itapemirim, poderá ter candidato a prefeito nas eleições deste ano. Um dos nomes cotados é o do radialista Parraro Scherrer.

Continua depois da publicidade

Umberto diz que está aberto ao diálogo e que diante das últimas movimentações políticas no município decidiu mostrar que o partidos está trabalhando em torno de um nome para disputar o Executivo Municipal e que está dialogando. Parraro não confirma, ainda a sua pré-candidatura, mas está à disposição da sigla, confirma o presidente do PSC.

O PSC de Cachoeiro, até recentemente, possuía uma cadeira na Câmara Municipal, mas perdeu a cadeira com a desfiliação do Pastor Delandi Macedo.

Umberto Júnior, que assumiu o PSC no dia 27 de março deste ano, relata que está desenvolvendo um trabalho de reconstrução do partido, assim como ocorre no Estado. “Entre as missões está montar uma chapa de candidatos a vereadores competitiva, com a pretensão de elegermos dois vereadores. Temos uma relação de 41 pré-candidatos ao Legislativo, sendo 14 mulheres. Como só temos 29 vagas de pré-candidaturas para o cargo e função de vereador, temos trabalhado para um consenso entre eles, afim de evitarmos disputas internas, e chegarmos coesos e fortes quando da convenção do partido que definirá os candidatos”, conta.

Continua depois da publicidade

Outro objetivo da sigla é ter como candidato pessoas com espírito de liderança que vivem em Cachoeiro, que conheçam a cidade e disponham-se como opção para o cargo majoritário.

Convidamos o comunicador Parraro Scherrer para filiar-se ao partido. Ele filiou-se no dia 3 de abril, e colocou-se à disposição do partido, com total desprendimento, pronto pra ser convocado pela população de Cachoeiro”, disse o presidente do PSC.

“Foi nesse propósito que convidamos o comunicador Parraro Scherrer para filiar-se ao partido. Parraro filiou-se no dia 3 de abril, e colocou-se à disposição da sigla, com total desprendimento, pronto pra ser convocado pela população de Cachoeiro, se essa for a vontade da cidade, e claro, o plano de Deus”, afirma o presidente do PSC.

Umberto destaca que o PSC não tem dono e que qualquer filiado ao partido tem direito e liberdade pra decidir ser pré-candidato a qualquer cargo eleitoral, seja vereador ou prefeito, bem como pode e deve buscar viabilizar-se.

Continua depois da publicidade

“Aliás, a presidência do PSC entende que é saudável para o partido quando da disposição de seus filiados, em deixarem de lado seus projetos pessoais e colocam-se à disposição da agremiação partidária, como instrumentos políticos, especialmente nas disputas eleitorais. Nesse caso, isto é, havendo mais candidatos que vagas disponíveis, o partido agirá com maturidade e responsabilidade, e, seguindo as regras legais e estatutárias, definirá em convenção na ocasião própria, os melhores nomes que representarão o PSC nas próximas eleições municipais”, finaliza.

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.