PP não abre mão de vice em futura chapa com Simone Biondo em Guaçuí

COMPARTILHE
Partido Progressista apresenta Hélio Neto como pré-candidato a vice-prefeito (E) de Simone Biondo (C). Fátima Couzi (D) terá que disputar queda de braço com o PP, se quiser ser candidata a vice
860
Advertisement
Advertisement

A ex-deputada estadual Fátima Couzi (Avante), que está prestes a retornar ao Brasil com o propósito de ser pré-candidata a vice-prefeita de Guaçuí na chapa da pré-candidata a prefeita Simone Biondo (DEM), terá que entrar numa disputa acirrada com o Partido Progressista, que não abre mão de lançar seu candidato como vice na chapa majoritária de Biondo.

Continua depois da publicidade

Em entrevista exclusiva ao AQUINOTICIAS.COM, na última sexta-feira (7), Fátima Couzi adiantou que dialogaria com todos os partidos para definição do vice de Simone Biondo e que sua sigla também tem o vereador Marcos Góes como pré-candidato a vice da demista.

A ex-deputada entende que ela e Sinome formarão uma aliança forte e está convicta de que deve disputar como vice na chapa da demista. Mas para chegar a esta definição não será tarefa fácil, sendo necessária muita articulação política nessa queda de braços com o PP.

Nos bastidores, há a informação de que o presidente do Partido Progressista em Guaçuí, vereador Laudinho, não abre mão de emplacar o vice na chapa de Sinome Biondo, e apresenta o empresário Hélio Neto como pré-candidato. De família tradicional na cidade, Neto é um bom nome para compor como vice e é cobiçado por outras siglas.

O PP é um partido forte, um dos três maiores no Congresso Nacional, detém de um avantajado fundo eleitoral de R$ 140.2 milhões e possui 41,82 segundos de tempo na propaganda eleitoral gratuita no rádio e na tevê. Esses diferenciais dão peso a qualquer campanha política. No Estado, o PP está sob o comando de Marcus Vicente, que integra o primeiro escalão do Palácio Anchieta e tem força nas articulações políticas.

Se colocar na balança o que o Avante tem a oferecer numa aliança com o DEM, a sigla sai em desvantagem com o PP. Apesar da ex-deputada ter a experiência do Legislativo Estadual e ter sido vice-prefeita na chapa eleita de Luciano Machado, seu partido, nas eleições deste ano, terá apenas 9 segundos de tempo de tv e rádio na propaganda eleitoral gratuita e R$ 28.1 milhões do Fundo Partidário que serão distribuídos para seus pré-candidatos espalhados pelo país.

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.