Pontos críticos na zona rural de Guaçuí vão receber calçamento

COMPARTILHE
O presidente da Câmara de Guaçuí, vereador Valmir Santiago, participou da assinatura da ordem de serviço de obra de calçamento
Foto Divulgação
65
Advertisement
Advertisement
Advertisement
Por Marcos Freire

O presidente da Câmara de Guaçuí, vereador Valmir Santiago, participou da assinatura da ordem de serviço de obra de calçamento de pontos críticos da zona rural do município. Serão, aproximadamente, 14 mil metros quadrados de pavi-s que foram doados pelo Governo do Estado do Espírito Santo e serão colocados em pontos de estradas vicinais. A assinatura aconteceu no gabinete da Prefeitura.

Advertisement

Ordem de serviço para calçar pontos críticos do interior de Guaçuí (2)

Continua depois da publicidade

O calçamento com Pavi-s será feito em 13 pontos críticos do município: um no Morro da Santa Marta, dois em São Miguel do Caparaó, um no Morro do Sabará, três na Fazenda da Barra, um no Morro do Maqueiro, um na Curva do Maqueiro, um no Morro Cláudio Cardoso, um no Morro Santo Antônio, um no Morro após a Saibreira e um em São João da Serra.

Plano de Contingência de Proteção e Defesa Civil

Com a finalidade de articular e facilitar a prevenção, preparação e resposta a possíveis desastres no município de Ibatiba, foi realizada uma reunião para discutir medidas de atuação da Defesa Civil. Coordenada pela prefeita interina Criziane Moreno, a reunião teve como objetivo elaborar um cronograma de atuação. Já o Plano de Contingência de Proteção e Defesa Civil será elaborado por empresa contratada pela administração municipal e deverá trazer orientações para o Poder Público e também para a população. Além disso, deve estabelecer os procedimentos a serem adotados pelas secretarias envolvidas, direta ou indiretamente, nas ações de alerta, socorro, assistência e restabelecimento, de forma a reduzir os danos e prejuízos decorrentes de um desastre.

Manutenção preventiva de barragens em Iúna

A Defesa Civil Municipal de Iúna está chamando a atenção de proprietários para a importância da manutenção preventiva na segurança de barragens para armazenamento de água em períodos chuvosos. Nesses períodos, é preciso limpar o monge e o manter na altura correta para o escoamento da água; evitar e eliminar barreiras que atrapalhem a saída de água pelo vertedouro; e rebaixar o nível da água em, pelo menos, meio metro.

Manutenção preventiva de barragens em Iúna (2)

A Defesa Civil recomenda que os proprietários leiam a cartilha “Segurança de barragens – orientações para regularização e manutenção da segurança de barragens para armazenamento de água no Estado do Espírito Santo”, da Agência Estadual de Recursos Hídricos (Agerh). O município conta com barragens no distrito de Nossa Senhora das Graças (Perdição) e nas comunidades de Barro Branco, Água Santa, Laranja da Terra e Bonsucesso. Dúvidas podem ser tiradas pelo telefone da Defesa Civil: (28)99940-5094.

Advertisement
Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.