Novo Messes apresenta diretoria / Existem Médicos suficientes no Brasil?

COMPARTILHE
109

MEC quer proibir novos cursos de medicina. Mas o Brasil tem mais médicos do que precisa?

Médicos em ambiente hospitalarDireito de imagemGETTY IMAGES
Image captionApesar de vir aumentando o número de médicos recém-formados, o Brasil ainda diploma menos profissionais que países europeus

Cinco anos após flexibilizar as regras para a abertura de novas escolas de medicina, o Ministério da Educação deu um giro de 180 graus em sua política e determinou o congelamento de todos os processos de abertura de novos cursos de medicina no país por um prazo de cinco anos. No período, o órgão afirma que empreenderá um “amplo estudo” sobre o ensino dos profissionais da área de saúde. De acordo com o MEC, a medida “visa a sustentabilidade da política de formação médica no Brasil, preservando a qualidade do ensino”.
LEIA A MATÉRIA COMPLETA AQUI 

RETRIBUIÇÃO – A Deputada Estadual Luzia Toledo indicou o titular desta coluna para homenagem na Assembleia Legislativa do Espírito Santo. A inciativa é do Deputado Sandro Locutor. Grandes nomes da Imprensa Capixaba foram agraciados pelos nobres Deputados.  DIVULGAÇÃO ALES

Continua depois da publicidade

MUDANÇA – Luiz Carlos Bicalho Nemer (à direita) é o novo Presidente do MESSES – Movimento Empresarial Sul Espirito Santo. Ele toma posse hoje (1)1, no Bom Gosto Buffet.  FOTO DIVULGAÇÃO

SESSÃO PIPOCA – O médico Pedro Scarpi Melhorim abriu espaço em sua  concorrida agenda para um comprimisso muito importante: levou a família a uma sessão especial no cinema em Cachoeiro de Itapemirim. FOTO DIVULGAÇÃO

O MOVIMENTO
O Messes é uma ONG que reúne lideranças empresariais e da sociedade discutindo temas relativos ao desenvolvimento da região sul capixaba.


INOVAR
Agora, com no novo mandato, pretendem alcancar projetos nas áreas de meio ambiente, educação e segurança pública.


COMPOSIÇÃO

Agora, o Messes tem como presidente Luiz Carlos Bicalho Nemer; Vice Presidente Institucional Jose Bessa Barros e Vice Presidente Operacional Maria Helena Vargas de Azevedo.



BYE, BYE
Tiririca subiu pela primeira vez ( e última) na tribuna da câmara dos deputados em Brasília para dizer que vai sair da política por “decepção”.


UNÂNIME
Vale lembrar que junto com o nobre deputado, 60% da população desaprova a atuação política no Brasil, segundo Datafolha.


SETE VÉUS
Tiririca detalhou  as mordomias – além de R$23 mil de salário – que os deputados tem e frisou que o sistema não vai mudar.


COMO ASSIM?
Sistema que o nobre deputado Tiririca faz parte e já tem direito à aposentadoria.


DISCURSO
“Costumo dizer que parlamentar trabalha muito e produz pouco… é toma lá da cá” afirmou o deputado em sua despedida.

O mochileiro cego e surdo que já visitou mais de 120 países

Giles passeia por mercado
Image captionGiles passeia sozinho por mercado de Jerusalém

Deficiente visual e auditivo, o britânico Tony Giles faz questão de ser um viajante independente.
E tem uma meta ambiciosa: visitar todos os países do mundo.
Aos 39 anos, ele já riscou 124 países da lista, com direito a salto de paraquedas na Austrália e voo de asa-delta no Rio de Janeiro.
LEIA A MATERIA COMPLETA AQUI 
Publicidade