Mansur repudia PSDB, sinaliza saída da sigla e reafirma apoio a Tininho em Marataízes

COMPARTILHE
1148
Advertisement
Advertisement

O deputado estadual Marcos Mansur (PSDB), durante a sessão ordinária virtual desta segunda-feira (24), na Assembleia Legislativa, fez duras críticas a executiva nacional de seu partido e afirmou que vai contra a saída de sua sigla da base de apoio ao prefeito de Marataízes, Robertino Batista, o “Tininho” (PDT), pré-candidato à reeleição.

Continua depois da publicidade

Mansur iniciou sua fala dizendo que repudia a executiva nacional do PSDB, lembrando que há cinco meses teve uma conversa com o presidente estadual da sigla, deputado estadual Vandinho Leite, com Tininho e outros membros do ninho tucano, onde ficou definido que o PSDB caminharia junto com o atual prefeito nas eleições deste ano.

“Para nossa surpresa, infelizmente, agora, na semana passada, nós tivemos uma atitude desrespeitosa, antidemocrática, antirrepublicana e da velha política, numa virada de mesa em relação ao partido ali em Marataízes. Uma falta de respeito com as bases, com este deputado que está aqui fazendo este desabafo, essa fala de repúdio, uma falta de respeito com os homens, pois a pessoa tem que ser homem, quando dá a palavra tem que ser homem”, criticou o deputado.

O tucano citou que quatro vereadores de Marataízes decidiram abrir mão da reeleição (Ademilton Rodovalho Costa, André Luiz Silva Teixeira, Carlos de Freitas Fernandes e Willian de Souza Duarte). “Isso vai cair na conta de quem está manipulando isso, com certeza. É por isso que eu sou favorável, mais do que nunca, e vou bater nessa tecla de agora pra frente, a reforma política. Sou favorável as candidaturas independentes, porque partido político só está nesse cenário hoje no Brasil para poder pegar dinheiro do fundo partidário e dar despesa para o cidadão”.

A revolta contra a executiva nacional do PSDB fez com que Marcos Mansur renunciasse sua liderança da sigla na Ales e sinaliza sua saída do ninho tucano. “Quero comunicar que por essa interferência do nosso presidente nacional, Bruno Araújo, por esse desrespeito, estou renunciando a liderança do partido PSDB na nossa Casa de Leis. Ele não respeita a base, não respeita o deputado, e o meu espaço nesse partido está diminuindo cada vez mais…diminuindo o nosso ambiente para continuar no PSDB”, afirmou.

O deputado finalizou sua fala pedindo desculpas ao prefeito Tininho e aos vereadores do PSDB em Marataízes e reafirmou seu apoio. “Isso só vai aumentar nossas garras para disputar as eleições. Eu não falto com a palavra e minha palavra está mantida de apoio a Tininho, e que isso sirva ainda mais de motivação, de combustível, de gás e energia para fazer esse embate político”.

Atualmente o PSDB possui três deputados na Assembleia Legislativa. No Estado, não conseguiu reeleger o senador Ricardo Ferraço e não elegeu nenhum deputado federal nas eleições 2018.

Assista a fala de Marcos Mansur

 

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.