Léo de Castro é o novo vice presidente da CNI - Confederação Nacional da Indústria

COMPARTILHE
DINAMISMO - Léo de Castro e o presidente eleito para a CNI, Robson Braga de Andrade
256

Novidade na Indústria Brasileira

O presidente do Sistema Findes, (Federação das Industrias do Espírito Santo) Léo de Castro foi eleito vice-presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI). A eleição ocorreu nesta terça-feira (08), em Brasília.

No período de 2018 a 2022, a entidade será presidida pelo empresário Robson Braga de Andrade, reeleito por unanimidade.

DINAMISMO – Léo de Castro e o presidente eleito para a CNI, Robson Braga de Andrade

A cerimônia de posse está prevista para 31 de outubro.

Desafios

Continua depois da publicidade

Andrade reafirmou o compromisso da nova gestão com a defesa na continuidade das reformas estruturais, como a da Previdência Social, além de ressaltar a importância da conclusão da agenda microeconômica, e de medidas de redução da burocracia.

Entre as metas para o próximo quadriênio, está o crescimento sustentável do país, explorado pelo Mapa Estratégico da Indústria 2018-2022. Segundo ainda o presidente este patamar só será alcançado com reformas econômicas e institucionais, visando o crescimento da competitividade e da produtividade na indústria brasileira.

ATUAÇÃO

Nos últimos quatro anos, a CNI destacou-se na atuação em prol da agenda de reformas estruturais, da regulamentação da terceirização e da modernização das leis do trabalho, conquistadas em 2017; o fim da participação mínima da Petrobras em blocos do pré-sal, aprovada em 2016; e na liderança das principais investigações sobre o impacto e os desafios que a 4ª Revolução Industrial, conhecida como Indústria 4.0, terá sobre a indústria e a economia brasileiras.

Veja a galeria de fotos da cerimônia de posse – CNI

clique para abrir

Eleição da Diretoria da CNI Mandato 2018-2022

Publicidade