Conceição do Castelo: os nomes que devem disputar o Executivo da cidade que homenageia Nossa Senhora da Conceição

COMPARTILHE
503
Advertisement
Advertisement

As eleições para a principal vaga do Executivo da Prefeitura de Conceição do Castelo vem com nomes fortes e conhecidos da política local. Além do atual prefeito, Christiano Spadetto (Cidadania), devem disputar o pleito Valder Vagas Ferreira, o Valbinho, pelo PSB, ex-vereador por três mandatos, e o ex-prefeito por três vezes, Saulo Belisário (PSD), que ainda não confirmou a pré-candidatura, mas é um nome forte ao Executivo municipal.

Continua depois da publicidade

E Conceição do Castelo merece esse empenho e essa disputa. A bela cidade, que já fez parte de Castelo e Cachoeiro de Itapemirim, teve sua emancipação em 1963 e seu primeiro prefeito foi Harvey de Vargas Grilo. O município, encravado nas montanhas do Espírito Santo tem pouco mais de 11,6 mil habitantes, segundo os dados de 2010 do IBGE. Cidade rica em águas e verde, é cortada por um caminho que foi utilizado por Dom Pedro II, a Rota Imperial. Cuidar da história, da população e da economia da cidade é, portanto, cuidar de um pedacinho da história capixaba e da Região Serrana do Espírito Santo.

Centro de Conceição do Castelo em 1932, quando ainda era distrito de Castelo

E os três nomes que devem disputar o pleito têm algo em comum: a proposta de fazer Conceição do Castelo crescer. Spadetto afirma que a melhor forma de alcançar esse crescimento é com uma gestão empresarial da cidade, especialmente num momento em que o grande desafio é enfrentar os desafios da pós-pandemia. Valbinho vê na agricultura a saída para alavancar a cidade. Com um agronegócio forte, segundo ele, o comércio e a indústria também ganham e podem se reinventar. Já Belisário, que ainda está em dúvida se vai ou não disputar as eleições deste ano, enfatiza que o município tem de crescer tanto economicamente quanto em volume populacional. E é a agricultura que, segundo ele, vai alavancar esse processo.

Temos alguns meses até as eleições e as propostas de governo de cada pré-candidato ainda serão divulgadas com mais detalhes. Uma coisa é certa: a cidade que foi batizada em homenagem à Nossa Senhora da Conceição e à impressão de um desbravador que, vindo da costa litorânea, se deparou com uma grande muralha que parecia um castelo, merece todas as benesses para crescer e atravessar o primeiro ano do pós-pandemia com muita força e trabalho.

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.