Centro Espírita Jerônymo Ribeiro celebra 84 anos de fundação

COMPARTILHE
775

TRILHA SONORA PARA OUVIR ENQUANTO CURTE A COLUNA DE HOJE

No último dia 18, completou-se 84 de fundação do Centro Espírita Jeronymo Ribeiro. Em comemoração, realizou-se,  no dia 23, palestra com o tema “Saúde e Espiritualidade”, tendo como oradora, a nefrologista – Dra Ana Catarina Loureiro, membro da Associação Médico-Espírita do Estado do Espírito Santo.

 

Continua depois da publicidade

 

VISÃO ESPÍRITA: ENTENDA MAIS

Religião, crença ou doutrina? Se você perguntar a algum membro assíduo de centro espírita, provavelmente ele ou ela, de diversas idades e classes sociais dirá mais ou menos isso: o Espiritismo é uma doutrina revelada pelos espíritos superiores a Allan Kardec, que a codificou em cinco obras: O Livro dos Espíritos (1857), O Livro dos Médiuns (1859), O Evangelho Segundo o Espiritismo (1863), O Céu e o Inferno (1865) e A Gênese (1868). Quer saber melhor? visite um centro próximo. 
VOLUNTÁRIAS DO AMOR – Sylvia Machado e Jurema Abranches – Trabalhadoras da Casa, presentes ao evento.

 

ENCONTRO – Ludmila Smarzaro, Sra Jandira Pinheiro, Aurea Cazeca e Juraci Pinheiro.

Pequeno vocabulário espírita

Nos cinco livros que deixou para a posteridade, Allan Kardec determinou os princípios básicos da doutrina espírita. Um compêndio inteligente e curioso de conceitos religiosos com termos científicos do século XIX. Veja algumas palavras usualmente faladas dentro do Espiritismo:

 

Universo

Criação de Deus. Todos os seres racionais e irracionais, animados e inanimados fazem parte dele. Comporta vários mundos habitados com seres em diferentes graus de evolução.

 

Deus

É considerado uma forma de inteligência suprema. Eterno, imutável, imaterial, justo, bom e onipotente.

 

Cristo

Jesus é o guia e modelo para toda a Humanidade. E a Doutrina que ensinou e exemplificou é a expressão mais pura da Lei de Deus. A moral do Cristo, contida no Evangelho, é o roteiro para a evolução segura de todos os homens, e a sua prática é a solução para todos os problemas humanos e o objetivo a ser atingido pela Humanidade.

 

Espíritos

Seres inteligentes da criação. São criados ignorantes e evoluem ao longo de várias vidas até alcançarem a perfeição. Dividem-se em “espíritos puros” (perfeição máxima), “bons espíritos” (em que predomina o desejo do bem) e “espíritos imperfeitos” (caracterizados pelo desejo do Mal).

 

Homem

Espírito encarnado em um corpo material.

 

Reencarnação

O espírito atravessa várias existências como encarnado. Cada uma delas é um estágio evolutivo rumo à perfeição.

 

Desencarnar

A morte (desencarnação) é encarada como apenas mais um estágio da vida espiritual – considerada a verdadeira vida. Não é compreendida como uma cisão definitiva entre as pessoas que se amam, mas apenas uma separação temporária no mundo físico.

 

Livre-arbítrio

O homem tem várias escolhas na vida, mas responde por todas as suas ações.

 

Prece

A prece torna melhor o homem e é um ato de adoração a Deus.

fonte: Federação Espírita Brasileira

Publicidade