Caminhoneiros ameaçam greve se Casagrande não reabrir comércios no ES

COMPARTILHE
11577
Advertisement
Advertisement

Um grupo de caminhoneiros, em vídeo publicado nas redes sociais, afirma que a categoria pode cruzar os braços a partir desta terça-feira (31), caso o governador Renato Casagrande não revogue o decrete que impede a abertura de estabelecimentos comerciais no Espírito Santo.

Continua depois da publicidade

No último sábado (28), em coletiva de imprensa, em meio a manifestação de empresários que pressionam pelo fim do decreto, Casagrande disse que o decreto continua em vigor e reforçou que os comerciantes que desrespeitarem o decreto podem ser multados e ter o alvará cassado.

A flexibilização do decreto para outras atividades poderá ser analisada a partir desta quarta-feira (1º).

O anúncio do governador, de que o decreto segue mantido, não agradou os caminhoneiro. “Vamos fazer uma manifestação pacífica, sem jogar ovos nos outros, sem bater nas portas dos caminhoneiros, diferente do que fizeram hoje no meio da rua com a gente. Se o governador não abrir o comércio a partir desta terça-feira, nós (caminhoneiros) também vamos seguir a orientação de Casagrande e ficar em casa. Ninguém aqui do Espírito Santo fará transporte algum”, diz um caminhoneiro em vídeo.

O presidente da Associação dos Caminhoneiros do Transporte de Pedras Ornamentais de Cachoeiro de Itapemirim, Ary Correia, afirma que seguirá o que for determinado pelo movimento. “É uma covardia o que o governador está fazendo com o comércio. Eu, por exemplo, estou com meu caminhão parado há 15 dias. O que o movimento decidir, nós vamos acompanhar”, afirmou.

Veja o vídeo

 

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.