Aprenda a fazer o famoso prato nordestino: baião de dois

COMPARTILHE
105
Advertisement
Advertisement

“Vou juntar feijão de corda numa panela de arroz Capitão vá lá pra sala que hoje tem baião de dois” música composta pelo cearense Humberto Teixeira e o “Rei do Baião”, o pernambucano Luiz Gonzaga.

Continua depois da publicidade

O termo “baião de dois” tem relação com a dança típica do Nordeste do Brasil, e o numeral vem da combinação de arroz e feijão. A origem do prato é incerta, acredita-se que na época da seca, o cearense teria começado a usar o próprio caldo do feijão para cozinhar o arroz.

Com o tempo as receitas foram sendo ampliadas e diversificadas.

 

Ingredientes

* 500 g de carne-seca

* 1 xícara (chá) de feijão-fradinho ou feijão de corda

* 1 xícara (chá) de arroz

* ½ cebola picada

* 1 colher (sopa) de azeite (ou óleo)

* ½ colher (chá) de sal

* 1 folha de louro

 

Modo de Preparo

  1. Corte a carne-seca em cubos grandes de cerca de 7 cm – este tamanho é ideal para dessalgar a carne sem tirar completamente o sal e também para desfiar de um tamanho uniforme.
  2. Transfira para uma panela, cubra com água e deixe ferver. Se for preciso, troque a água e repita o procedimento até a carne dessalgar.
  3. Escorra a água e transfira a carne para a panela de pressão. Complete com água até a metade da panela, tampe e leve ao fogo médio. Assim que a panela começar a pegar pressão, diminua o fogo e deixe cozinhar por 20 minutos.
  4. Desligue o fogo e espere toda a pressão sair antes de abrir. Dispense a água do cozimento, junte o feijão e repita o passo anterior, mas dessa vez deixe cozinhar por 15 minutos (o feijão não pode cozinhar demais e desmanchar). Após o cozimento, desligue o fogo e espere sair a pressão da panela.
  5. Transfira os cubos de carne para um prato e desfie com dois garfos – descarte os pedaços maiores de gordura.
  6. Sobre uma tigela, passe o feijão por uma peneira e reserve a água do cozimento.
  7. Leve ao fogo médio uma panela média. Quando aquecer, regue com o azeite e acrescente a cebola. Tempere com o sal e refogue. Acrescente o arroz e mexa bem para envolver todos os grãos com o azeite.
  8. Meça 2 xícaras (chá) da água do cozimento reservada e regue sobre o arroz. Junte a folha de louro, misture e deixe cozinhar em fogo médio. Assim que a água começar a secar e atingir o mesmo nível do arroz, diminua o fogo e tampe parcialmente a panela. Deixe cozinhar até o arroz absorver toda a água. Desligue o fogo e mantenha a panela tampada por 5 minutos para que os grãos terminem de cozinhar no próprio vapor. Enquanto isso, prepare o refogado.

 

Para o refogado

Ingredientes

* 200 g de queijo de coalho em peça

* 70 g de bacon em cubos

* 1 cebola roxa

* 2 dentes de alho

* 2 colheres (sopa) de manteiga de garrafa (ou a gordura que preferir, como manteiga, azeite ou óleo)

* 3 talos de cebolinha

* folhas de coentro a gosto

* sal e pimenta-do-reino moída a gosto

 

Modo de Preparo

  1. Descasque e pique fino a cebola e o alho. Corte o queijo de coalho em cubos de 1 cm.
  2. Leve ao fogo médio uma frigideira grande, de preferência antiaderente. Quando aquecer, acrescente 1 colher (sopa) de manteiga de garrafa e junte os cubinhos de queijo. Deixe por cerca de 2 minutos, até descolar do fundo, e mexa com a espátula para dourar por igual. Transfira para uma tigela e reserve.
  3. Mantenha a frigideira em fogo médio e adicione o restante da manteiga de garrafa. Acrescente a cebola e refogue. Junte os cubos de bacon e deixe cozinhar, mexendo de vez em quando, até começar a dourar. Adicione o alho e mexa por mais 1 minuto.
  4. Adicione a carne-seca desfiada e mexa. Acrescente ½ xícara (chá) da água do cozimento reservada e misture bem – isso vai deixar o baião de dois mais molhadinho. Desligue o fogo, junte o feijão e misture bem.
  5. Solte os grãos de arroz com um garfo e transfira para a frigideira com o refogado. Misture bem, prove e acerte o sal e a pimenta. Junte os cubinhos de queijo dourados e a cebolinha picada. Misture e finalize com folhas de coentro.
Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.