A problemática do home office em tempos de quarentena

COMPARTILHE
223
Advertisement
Advertisement

Antes da pandemia ser deflagrada, como profissional autônomo, considerei por várias ocasiões aderir ao denominado home office, ou em tradução livre “escritório em casa”.

Continua depois da publicidade

Atrativos para implementação eram diversos. Comodidade do lar, economia com combustível, controle flexível de horários e proximidade do bem maior de uma pessoa, a família!

Por mais que meu mister exija atenção e tempo para audiências e reuniões, com planejamento, seria possível concretizar o tal “trabalho em casa”.

Uma vez instituída a quarentena e todas as consequências de um isolamento residencial, fui (fomos) obrigado(s) a trabalhar como dava. Trouxe toda a parafernália do escritório, computadores, impressora, pastas, arquivos físicos e tudo que realmente seria necessário para os próximos meses.

Os dias foram passando, semanas estão a correr e, pronto, UM MÊS em casa, trabalhando em demasia, mais exausto do que nunca!

E em meio aos poucos momentos de relaxamento e privacidade dentro da minha própria casa, peguei-me pensando: Será que home office é isso tudo mesmo? Vale a pena confundir seu trabalho com seu lar?

A resposta é DEFINITIVAMENTE NÃO!

O cérebro precisa entender que seu sofá é o momento do seu lazer. Sua cama é o momento do seu conforto e descanso e, até mesmo o seu escritório improvisado, um dia foi sua sala de jantar!

Sinceramente, atualmente não consigo distinguir tais premissas, que são sagradas dentro de uma residência.

Em conversas com amigos, a constatação é a mesma, e, assim como pessoas e empresas precisam mais do que nunca de advogados neste cenário conturbado, advogados e tantos outros profissionais precisam de análise com um psicólogo.

O assunto é sério e precisa ser considerado. Nossa mente, não foi preparada para um momento de exceção como este, o cotidiano nos programou para um meio de vida e, alterá-lo não é tarefa das mais simples.

Enfim, foi apenas um desabafo, afinal, não só nossa imunidade precisa de vitamina C e D, como nossa cabeça precisa de estrutura para passar por essa adversidade.

Força!

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.