A IMPORTÂNCIA DA CONSULTORIA JURÍDICA

COMPARTILHE
64

A consultoria jurídica preventiva por anos foi deixada de lado, quando a empresa somente acionava o advogado no exato momento que o problema já tinha ocorrido, acarretando assim prejuízos de ordem material incalculáveis em desfavor do estabelecimento empresarial.
Essas situações ocorriam ainda, pela complexidade de fatores administrativos, contratuais, trabalhistas e consumeristas, onde corriqueiramente ocorrem alterações nas leis que direcionam estes ordenamentos.
O advogado corporativo, já é uma realidade nos dias atuais, principalmente no que tange às empresas emergentes, que visualizaram antecipadamente nessa forma de trabalho um alento para diminuição de custos em seu passivo.
A matemática é bem simples: QUANTO MENOS AÇÕES EM DESFAVOR DA EMPRESA, MAIOR SERÁ A SUA ECONOMIA E POR CONSEQUÊNCIA O LUCRO OBTIDO!
As vantagens são inúmeras, como: prevenção de riscos e demandas judiciais; padronização dos documentos internos da empresa; identificação e gestão de prazos; consultas e pareceres; acompanhamento e representação em reuniões; recuperação de créditos; planejamento e controle orçamentário com despesas de honorários advocatícios, (vez que o empresário faz sua previsão de custos diretamente com o advogado, não havendo surpresas com imprevistos); dentre tantas outras. Enfim, trata-se de antecipar aos concorrentes, com um “Q” a mais! “Q”, leia-se… SEGURANÇA!
A diminuição de demandas contenciosas, possibilita que o empresário direcione e se atenha a sua verdadeira área de atuação, que é o empreendedorismo.
A consultoria preventiva, consiste na assistência direta do profissional ESPECIALIZADO na área jurídica, detentor do conhecimento das Leis e suas aplicações no cotidiano interpessoal. Dentre os benefícios já citados, cabe mencionar, a elaboração de contratos, haja vista que todos os anos ocorrem publicações ou projetos de leis que alteram a relação contratual, devendo a empresa, neste momento, encontrar-se completamente resguardada com relação a estas intempéries.
Vale ressaltar que todo trato existente no âmbito empresarial gira em torno de uma relação contratual, sendo que o objetivo da CONSULTORIA JURÍDICA PREVENTIVA é garantir que a empresa não sofra prejuízos de ordem material ao negociar com outras empresas, instituições financeiras, fornecedores e principalmente CLIENTES!
No momento atual, cada vez menos deve-se concluir negócios por meio tão somente da palavra dita. Golpes, fraudes e toda sorte de má-fé estão ao alcance do empresário no dia a dia. Para tanto, o gestor que garanta em benefício da empresa o profissional habilitado apto a lhe agasalhar de tais mazelas, encontrará segurança jurídica em seus negócios e diminuirá sobremaneira os riscos de ajustes com terceiros.
O “delegar” tem de ser visto com bons olhos pelo empreendedor. Transferir parte da responsabilidade, a quem tem habilidade e qualificação para tanto, é ato genuíno de empresários arrojados, que certamente terão sucesso em seus propósitos, destacando-se e alavancando o mercado regional que estão inseridos!

Dr. Igor Fonseca é Advogado Pós Graduado em Direito e Processo do Trabalho

Continua depois da publicidade