Segurança

Delegado do Caparaó envolvido em acidente que matou empresário em MG se apresenta à polícia

COMPARTILHE
O carro do delegado foi encontrado abandonado em um rodovia. Foto: Portal Manhumirim
3279

O delegado titular de Bom Jesus do Norte, no Caparaó capixaba, Adhemar Pereira Fully,  envolvido no acidente que causou a morte do empresário Fernando Batata, de 54 anos, na cidade de Manhumirim, MG, se apresentou à polícia mineira na tarde de domingo (11). O acidente aconteceu na tarde de sábado (10).

Fernando tinha um bar conhecido na cidade e sua morte causou revolta e comoção. Foto: Reprodução/Facebook

Criança espancada pelo pai durante quatro dias morre em Guaçuí

Um menino de cinco anos morreu após passar quatro dias sendo agredido pelo próprio...

Briga em bar quase termina em morte em Cachoeiro

Uma briga em um bar quase terminou em morte no início da madrugada desta...

Suspeito de fraudar ponto eletrônico, médico paga R$ 50 mil de fiança em Piúma

Um médico neurologista, detido em flagrante pela Polícia Civil por suspeita de fraudar o...

Segundo a Polícia Civil mineira, o delegado, que também responde pelas delegacias de Apiacá e São José do Calçado no ES, seguia em seu Golf de cor branca na avenida Teófilo Tostes e ao ultrapassar um caminhão baú colidiu de frente com a motocicleta conduzida por Fernando, que seguia em sentido oposto.

O delegado teria fugido sem prestar socorro e abandonou o carro em uma rodovia. A PM localizou o carro que estava com placa de São José do Calçado e com a frente amassada.

Continua depois da publicidade

Fully se apresentou no domingo, foi ouvido e liberado pela polícia mineira. Por meio de nota, a Polícia Civil do Espírito Santo informou que foi comunicada da apresentação espontânea de Adhemar Pereira Fully, na delegacia de Manhuaçu (MG), onde prestou depoimento e foi liberado. A Corregedoria da PC ES já solicitou cópias do inquérito policial que serão anexadas na investigação sumária que foi instaurada para apuração dos fatos no âmbito administrativo.

A morte do empresário, dono do Bar do Batata, muito conhecido na cidade gerou tristeza e revolta entre os moradores. Uma página foi criada no Facebook pedindo justiça pelo ocorrido.

 

 

Publicidade