Cidades

Dia Mundial de Combate ao Câncer: a importância do diagnóstico precoce

No Brasil, de acordo com o Ministério da Saúde, a maioria dos casos de câncer em homens ocorrem na próstata, cólon e reto e na traqueia, brônquio e pulmão

COMPARTILHE
Stela Possi Dia Mundial de Combate ao Câncer
Foto: Divulgação/Unimed Sul Capixaba
1250
Advertisement
Advertisement

Este sábado (4) marca o Dia Mundial de Combate ao Câncer, que tem como objetivo aumentar a conscientização e a educação mundial sobre a doença, criando uma mobilização pelo controle do câncer.

Advertisement
Continua depois da publicidade

No Brasil, de acordo com o Ministério da Saúde, a maioria dos casos de câncer em homens ocorrem na próstata, cólon e reto e na traqueia, brônquio e pulmão. Já nas mulheres, a maior ocorrência é na mama, cólon e reto e no colo do útero.

O coordenador médico e oncologista da Unimed Oncologia, Raphael Luzório, destacou que existem hábitos que podem diminuir o risco de desenvolver câncer. Entre eles, é preciso manter uma alimentação adequada, evitando alimentos fritos, bebidas alcoólicas, excesso de carne vermelha e alimentos com alto teor calórico e processados, que aumentam as chances de desenvolver câncer.

A atividade física regular e a manutenção do peso adequado também são aliados na prevenção de diversos tipos de câncer, além do consumo de frutas, legumes, verduras, feijões, cereais integrais, sementes e nozes, que fortalecem a defesa do corpo e ajudam o intestino a funcionar bem.

Conscientização no Dia Mundial de Combate ao Câncer

Continua depois da publicidade

A educação sobre o diagnóstico precoce ajudou a moradora de Cachoeiro de Itapemirim, Stela Possi, de 31 anos, a identificar os sintomas de um câncer de mama. Ela contou que a doença já tinha incidência em sua família, já que a mãe e outros familiares também enfrentaram o câncer de mama, o que sempre a fez ficar mais atenta aos sinais e à prevenção.

“Minha mãe era médica pediatra, então tinha um conhecimento de nos orientar desde muito cedo de como a gente deveria lidar com isso, como seria nossa prevenção, nosso acompanhamento, e eu já sabia que tinha que fazer um acompanhamento anual. Apesar disso, sei que sou minoria, porque vejo pessoas próximas que não colocam a mamografia como um checkup anual”, contou Stela.

Segundo ela, essa conscientização permitiu que o prognóstico da doença fosse mais positivo. “Meu diagnóstico não foi tão precoce, mas sem esses exames anuais, muito provavelmente meu câncer teria virado uma metástase”, disse Stela, que finalizou o processo de quimioterapia com sucesso e agora aguarda a cirurgia.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Entre as iniciativas da Unimed Sul Capixaba no combate ao câncer, está a busca ativa de clientes, que identifica aqueles que estão com exames periódicos em atraso. No caso da mamografia, por exemplo, o contato automático por meio da atendente virtual Isa é realizado com mulheres entre 50 a 69 anos sem registro de exames de mamografia nos últimos dois anos, para que façam a marcação do exame.

A Unimed Oncologia é referência no atendimento e tratamento de câncer na região, contando com um espaço moderno, com ambiente humanizado, conforto e privacidade, com recepção própria no Hospital Unimed, 11 boxes para tratamentos e dois consultórios médicos. Os serviços incluem cirurgia oncológica, mastologia, nutrição, oncohematologia, oncologia clínica, psicologia, radiologia intervencionista e genética médica.

A Unimed Oncologia atende também clientes particular e convênios. Para mais informações fale com a Isa, a assistente virtual da Unimed no WhatsApp, no 28-2101-6255.

Advertisement
Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.