Política Nacional

Vídeos mostram que Tropa de Choque facilitou invasão ao STF

O bloqueio foi montado a 500 metros do STF e era composto por seis viaturas da Tropa de Choque, um ônibus, um blindado modelo centurion e dezenas de agentes

COMPARTILHE
Invasão ao STF
Foto: Reprodução/Vídeo
393
Advertisement
Advertisement

Vídeos captados pelas câmeras externas do Supremo Tribunal Federal (STF) flagraram o momento em que a Tropa de Choque da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) desmontou um bloqueio tático posicionado próximo ao Congresso Nacional, no último dia 8, que servia para impedir a invasão dos golpistas aos demais prédios públicos localizados na praça dos Três Poderes. As imagens acessadas pelo Estadão mostram que o recuo dos agentes da PM facilitou o acesso dos extremistas ao edifício sede da Suprema Corte.

Advertisement
Continua depois da publicidade

O bloqueio foi montado a 500 metros do STF e era composto por seis viaturas da Tropa de Choque, um ônibus, um blindado modelo centurion (caminhão com jato de água para conter grandes multidões) e dezenas de agentes. Os vídeos mostram que nenhum dos policiais posicionados na barreira chegou a disparar armas não letais com o objetivo de dispersar a multidão bolsonarista.

O cordão de isolamento foi posicionado no topo da rampa de acesso que faz a ligação entre o Congresso e o STF. Naquele momento, os prédios da Câmara e do Senado já haviam sido tomados pelos golpistas, assim como o topo das estruturas onde ficam as cúpulas de cada Casa. Nos 30 minutos em que o bloqueio aparece nas imagens funcionando, nenhum bolsonarista conseguir furar a proteção policial.

As filmagens do circuito externo do STF mostram o momento em que um carro comum da PM do Distrito Federal se aproxima do cordão de isolamento montado pela Tropa de Choque e um agente sai da viatura para falar com os policiais. Depois de uma rápida conversa, as viaturas do Choque abandonam a posição, deixando para trás poucos agentes com a responsabilidade de conter a multidão de extremistas.

Continua depois da publicidade

Sem o poderio ostensivo e a barreira física criada pelas viaturas, os bolsonaristas conseguiram romper com facilidade a barreira policial e acessar a Praça dos Três Poderes rumo ao STF. O Centurion, que ainda estava no local, não chegou a ser usado para dificultar a locomoção dos extremistas.

Para a equipe técnica do STF, os vídeos são fortes indicações de que o ato da PM teria sido feito a partir de alguma orientação superior. O bloqueio próximo ao Congresso exercia a função de contenção e protegia a Praça dos Três Poderes, onde estão o Palácio Planalto e o prédio do STF.

Às 15h25 do dia 8, os bolsonaristas já cercavam o prédio do STF. Agentes da PM chegaram a ajudar no cercamento da Corte, mas a Polícia Judicial precisou emprestar equipamentos de proteção aos policiais do DF, que não contavam com munições e roupas próprias para a contenção de crises envolvendo multidões.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Pouco mais de vinte minutos após a mobilização da Tropa de Choque, a Polícia Judicial reconhece que o edifício sede foi tomado. Às 15h44, o comando da Corte ordenou que os agentes recuassem para impedir qualquer tentativa de acesso aos anexos, onde ficam os gabinetes dos ministros.

As imagens captadas pelo STF foram encaminhadas à Polícia Federal (PF). A corporação coordena as diligências do inquérito, sob relatoria do ministro Alexandre de Moraes, que busca identificar os apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) envolvidos na tentativa de golpe.

No dia 8, a reportagem do Estadão entrou na Corte, por volta das 16h, e encontrou o cenário de destruição causado pelos golpistas. As imagens gravadas naquele dia mostram o plenário completamente depredado e as paredes externas do STF pichadas. Um dos vídeos da área interna da Corte mostra que os extremistas chegaram a se sentar nas cadeiras dos ministros, como se encenassem a tomada do poder.

No caminho até o tribunal foi possível identificar a inação de agentes da PM, que chegaram a abandonar suas posições para comprar água de coco em meio à crise instalada na Praça dos Três Poderes.

O STF agora estuda medidas para fortificar as barreiras de segurança, como a troca dos vidros antivandalismo do edifício sede por películas com blindagem. A Corte não descarta comprar veículos blindados, como o Centurion da PM, para se precaver de ataques realizados por multidões.

ENTENDA O PASSO A PASSO DA INVASÃO AO STF:

1º Viaturas da Tropa de Choque desmontam bloqueio montado no Congresso

2º Golpistas avançam sobre agentes da Tropa de Choque e marcham rumo ao STF

3º Na chegada à Praça dos Três Poderes, Polícia Judicial contém parte dos golpistas com bombas de efeito moral e gás lacrimogêneo

4º Golpistas cercam o prédio do STF e realizam ataque “multidirecional”, com investidas pela frente, pelo lado direito e por trás

5 º Bolsonaristas invadem o STF pela lateral e acessam o Salão Branco

6º STF é tomado pelos golpistas

7º Polícia Judicial, Comando de Operações Táticas (COT) da Polícia Federal e Batalhão de Operações Especiais (Bope) da PM bloqueio o acesso aos anexos, onde fica os gabinetes dos ministros

8º Polícia Judicial prendeu oito golpistas que tentaram acessar os anexos pela passagem subterrânea

Weslley Galzo
Estadao Conteudo
Copyright © 2023 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement
Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.