Cidades

VÍDEO | Rio Itapemirim sobe dois metros e deixa Defesa Civil em alerta

COMPARTILHE
Rio Itapemirim - Cachoeiro
Foto: Leitor/Aqui Notícias
1787
Advertisement
Advertisement

As fortes chuvas que atingem o Sul do Espírito Santo têm causado transtornos para a população. Em Cachoeiro de Itapemirim, o rio Itapemirim, que corta a cidade está dois metros acima do seu nível normal e já deixa a Defesa Civil em alerta. A última medição foi realizada às 16h desta quarta-feira (25).

Advertisement
Continua depois da publicidade

De acordo com o coordenador da Defesa Civil, Inácio Daroz, a expectativa é que o rio suba ainda meio metro. “Essa água é do acumulado de chuva que atingiu a região do Caparaó durante a noite”, explica.

Por conta da cheia do rio, já há registros de pontos de alagamentos no distrito de Pacotuba. “A água entrou na residência de uma família, e algumas ruas estão alagadas. Estamos monitorando a situação e nossas equipes estão no local”, continua Daroz.

Veja a situação na região central de Cachoeiro

Continua depois da publicidade

A Defesa Civil está percorrendo também os bairros Baiminas, Arariguaba e Coronel Borges para monitorar a situação na região por conta da cheia do rio Itapemirim. “Estamos sob alerta alto de risco hidrológico e esperamos mais chuvas para as próximas horas. A Defesa Civil está na rua e estamos trabalhando 24 horas para atender a população”, completa o coordenador.

Na manhã desta quarta-feira (25), Cachoeiro de Itapemirim recebeu um alerta da Defesa Civil Estadual para a alta possibilidade de chuvas intensas nos próximos dias. A Prefeitura de Cachoeiro orienta que é importante que todos estejam atentos e acione a Defesa Civil pelos telefones: (28) 98814-3497 ou 199.

Rio Itapemirim é monitorado

Nesta quarta-feira (25), o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) divulgou um novo alerta laranja para chuvas intensas em várias cidades do Espírito Santo, incluindo Cachoeiro de Itapemirim. O aviso é válido até às 10h desta quinta-feira (26).

Advertisement
Continua depois da publicidade

Com grau de severidade de perigo, o alerta laranja prevê huva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos (60-100 km/h), com risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

Em caso de rajadas de vento, as orientações são: não se abrigue debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda; se possível, desligue aparelhos elétricos e quadro geral de energia.

Advertisement
Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.