Saúde e Bem-Estar

Aromaterapia é aliada no combate ao estresse e ansiedade

Os óleos promovem uma limpeza das toxinas existentes no corpo humano e podem ser ingeridos, inalados, usados em pontos de pulsação corporal ou em massagens.

COMPARTILHE
aromaterapia
Foto: Arquivo pessoal
659
Advertisement
Advertisement

O número de pessoas diagnosticadas com crises de ansiedade, estresse, depressão, distúrbios do sono, fadiga e desânimo, falta de concentração, entre outros problemas de saúde, está cada vez maior, principalmente, entre a população jovem. E, para ajudar a minimizar o mal-estar que essas disfunções provocam, uma alternativa natural que se conecta à natureza e induz ao bem-estar físico, mental e até espiritual tem sido muito procurada: a aromaterapia.

Advertisement
Continua depois da publicidade

De acordo com a nutricionista e aromaterapeuta Tauane Stein, os óleos essenciais estimulam o organismo a manter boa funcionalidade e agem de forma protetora a nível intracelular. Isso quer dizer que os óleos promovem uma limpeza das toxinas existentes no corpo humano e podem ser ingeridos, inalados, usados em pontos de pulsação corporal ou em massagens.

aromaterapia
Foto: Arquivo pessoal

“Atualmente, existe uma grande variedade de óleos essenciais, indicados para diversos problemas. Além disso, muitos estudos científicos foram realizados e comprovaram a eficácia das substâncias usadas nos óleos e que são produzidas pela natureza”, destacou.

No entanto, Tauane explica que não são todos os óleos que podem ser ingeridos. No Brasil, apenas uma marca é autorizada a produzir óleos essenciais adequados para ingestão.

Estresse e ansiedade

Continua depois da publicidade

A aromaterapeuta explica que óleos para combater o estresse e a ansiedade têm a maior demanda de procura devido às limitações provocadas por essas disfunções. Dentre as opções de tratamento, estão os de Lavanda, Bergamota e suas variações e Olíbano.

Entretanto, a especialista reforça que a aromaterapia é um complemento à assistência médica. “Os óleos trazem muitos benefícios para a saúde, mas é imprescindível que o paciente se atente aos sintomas e procure ajuda médica”, afirmou. Conheça algumas opções.

Lavanda

Tem como principal componente o Linalol, substância extraída de flores e que contêm propriedades relaxantes e sedativas. O uso é indicado por meio de inalação direta, gotinhas no travesseiro, escalda pés e até mesmo em chás.

Advertisement

Bergamota, Tangerina e Laranja

Continua depois da publicidade

Tem como principal componente o Limoneno, extraído das frutas cítricas como as citadas acima. Essa propriedade eleva o humor, aumenta a energia, organiza pensamentos confusos, reduz inquietação, insônia, nervosismo e estresse, proporcionando mais tranquilidade e criatividade.

Podem ser usados em inalação direta, em difusores, ingeridos e são ótimos aliados na busca por mais disposição. Com notas frescas, esses óleos são excelentes se combinados com essências amadeiradas.

Olíbano

Segundo Tauane, esse é um dos óleos essenciais mais preciosos no mercado. Isso porque o Olíbano é extraído da resina de Boswellia, árvore milenar e, inclusive citada na Bíblia Sagrada. A essência recebida como presente pelo menino Jesus tem propriedades regenerativas, relaxantes, clareza mental, equilíbrio emocional, além disso, trata taquicardias, tensões, aumenta imunidade, entre outros benefícios. 

Quem tiver interesse em saber mais sobre a aromaterapia pode entrar em contato com Tauane Stein, por meio do 28 99906-8889 ou pelo Instagram @tauanesrastein.

 

Advertisement
Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.