Esporte Nacional

Santo André só empata com Botafogo e não mantém a melhor campanha do Paulistão

COMPARTILHE
175
Advertisement
Advertisement
Advertisement

Para quem sonhava em manter a liderança geral não foi nada bom o empate do Santo André com o Botafogo, por 1 a 1, nesta noite de quarta-feira no estádio Bruno José Daniel, pela quarta rodada do Campeonato Paulista. Robinho abriu o placar aos 17 minutos para os visitantes e Gabriel Taliari, de pênalti, empatou para os mandantes aos 47 minutos do primeiro tempo. Na etapa final, pouco aconteceu.

Continua depois da publicidade

O Santo André agora está na vice-liderança do Grupo D, com sete pontos, um a menos do que o Palmeiras (8) que venceu o Ituano por 3 a 1 na cidade de Itu. O São Bernardo tem cinco e a Portuguesa quatro, mas os dois jogarão na quinta-feira.

Enquanto isso, o Botafogo segue invicto, com uma vitória e agora três empates. Soma seis pontos no Grupo A, atrás do Red Bull Bragantino, com sete pontos, que mais cedo venceu a Ferroviária, por 2 a 0, em Bragança Paulista.

O Santo André começou mais ativo, dando a impressão de que fosse resolver o jogo logo. Finalizou duas vezes com Léo Ceará, exigindo boas defesas do goleiro Matheus Albino. Mas logo na primeira finalização, o Botafogo abriu o placar, aos 17 minutos. Robinho recebeu a bola na grande área e tentou chutar duas vezes, tabelando com um defensor pra depois bater de pé esquerdo.

Continua depois da publicidade

Três minutos depois, quase que Caio Dantas marcou um golaço. Após cobrança de lateral, ele ajeitou a bola no peito e mesmo marcado, deu a bicicleta. A bola explodiu no travessão, aos 20 minutos. Um belo lance. O time da casa só voltou a ameaçar aos 36 minutos, quando Dudu Vieira arriscou de longe e Matheus Albino defendeu de novo.

O empate saiu já nos acréscimos. Aos 45 minutos, Gabriel Taliari foi empurrado nas costas por Caio Dantas. O pênalti foi marcado e na cobrança, o próprio Taliari deslocou o goleiro e deixou tudo igual aos 47.

No início do segundo tempo, o lateral Ricardo Luz avançou sozinho e chutou forte pra a defesa de Matheus Albino. Após o susto, o Botafogo percebeu que precisaria ser mais cauteloso. O técnico Paulo Baier optou por começar a fazer as suas substituições.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Do outro lado, o técnico Vinícius Bergantin demorou para mexer no Santo André. Fez a sua primeira parada somente aos 25 minutos, quando trocou três jogadores. Entraram Nenê Bonilha, Will e José Hugo, para as saídas, respectivamente, de Gerson Magrão, Gabriel Taliari e Pablo. Mas, naquela altura, os dois times pareciam mais preocupados em não perder. Tanto que não mais finalizaram em gol.

No final de semana os dois times voltam a campo pela quinta rodada. O Santo André vai até Bragança Paulista para enfrentar o Red Bull bragantino, sábado, 20h. Um pouco mais tarde, às 20h40, o Botafogo recebe o Guarani no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto.

FICHA TÉCNICA

SANTO ANDRÉ 1 X 1 BOTAFOGO

SANTO ANDRÉ – Lucas Frigeri; Ricardo Luz, Rodolfo Filemon, Matheus Mancini e Romário; Marthã, Dudu Vieira e Gerson Magrão (Nenê Bonilha); Léo Ceará (Julio Vitor), Pablo (José Hugo) e Gabriel Taliari (Will). Técnico: Vinícius Bergantin.

BOTAFOGO – Matheus Albino; Lucas Dias (Gustavo Henrique), Marcel e Diogo Silva; Thássio, Tárik (Guilherme e Matuan), Fillipe Soutto, Lucas Lourenço e Jean; Robinho (Osman) e Caio Dantas (Salatiel). Técnico: Paulo Baier.

GOLS – Robinho, aos 17 e Gabriel Taliari (pênalti), aos 47 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO – Matheus Delgado Candançan.

CARTÕES AMARELOS – Lucas Dias e Guilherme (Botafogo).

RENDA – R$ 32.710,00.

PÚLBICO – 1.360 torcedores.

LOCAL – Estádio Bruno José Daniel, em Santo André.

Estadao Conteudo
Copyright © 2023 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement
Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.