Economia

Taxas de juros disparam até 37 pontos ante críticas de Lula ao BC e dólar forte

COMPARTILHE
282
Advertisement
Advertisement
Advertisement

Os juros futuros começaram esta quinta-feira, 19, em alta, acompanhando o dólar forte ante o real, com avanço de mais de 1%, e após críticas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à independência do Banco Central (BC) e à atual meta de inflação. Lula questionou de que serve um BC independente se a inflação e taxa de juros estão elevadas.

Continua depois da publicidade

O presidente disse também que a meta a ser perseguida para este ano é exagerada e obriga a um “arrocho” na economia com aumento da taxa de juros. As declarações foram dadas em entrevista à GloboNews.

O mercado também espera pelos leilões de LTN e NTN-F do Tesouro (11h). Segundo o operador de renda fixa sênior da Warren Renascença, Luis Felipe Laudisio, o leilão de prefixados deve seguir “mais demandado”. “A grande questão é como o Tesouro Nacional deve reagir, dado cenário um pouco mais volátil. Vértices mais longos dos papéis pré, apresentam abertura entorno de 30bps e teoricamente não deveria ser um empecilho para o TN seguir ofertando uma maior quantidade de papeis, dada demanda”, diz em relatório.

Às 9h11 desta quinta , a taxa do contrato de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2027 subia para 12,76%, de 12,42%, e o para janeiro de 2025 ia para 12,81%, de 12,53% no ajuste anterior. O DI para janeiro de 2024 marcava 13,58%, de 13,45% no ajuste de quarta-feira.

Continua depois da publicidade

Luciana Xavier
Estadao Conteudo
Copyright © 2023 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement
Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.