Cidades

Dia Nacional do Samba será celebrado com evento no Mercado Municipal

As atividades começam, às 14 horas, do dia 02 de dezembro, com uma oficina de bonecos carnavalescos.

COMPARTILHE
mercado-municipal-do-amarelo-cachoeiro
Programação inclui show de percussão, oficina de bonecos, apresentações carnavalescas e roda de samba. Foto: Reprodução/Web
130
Advertisement
Advertisement

Na próxima quarta-feira (7), o Mercado Municipal São João, no bairro Amarelo, receberá um evento cultural em alusão ao Dia Nacional do Samba (2 de dezembro), com várias atrações abertas ao público.

Advertisement
Continua depois da publicidade

As atividades começam, às 14 horas, com uma oficina de bonecos carnavalescos, fruto de um dos projetos contemplados pelo Edital da Lei Rubem Braga de 2021/2022. Para participar, basta o interessado se apresentar, minutos antes, no local do evento, onde as inscrições serão realizadas.

A programação inclui, ainda, o show de encerramento das oficinas de percussão, também agraciadas pela Lei Rubem Braga. Em seguida, às 18h40, ocorrem as apresentações de Mestre Sala e Porta Bandeira, às 19h, da Bateria Carnavalesca do Malícia, às 20h, do Boi Tsunami e, às 20h30, da Roda de Samba, que encerra a noite.

Todas as atividades são gratuitas, como forma de fomento à cultura e ao lazer no município.

Continua depois da publicidade

A secretária municipal de Cultura e Turismo de Cachoeiro, Fernanda Martins, lembra que eventos como esse são propiciados pela Lei Rubem Braga, que tem fortalecido e democratizado a arte local, prestigiando artistas da região. “É uma lei que impulsiona muito a cultura cachoeirense. Por meio dela, ações maravilhosas, como essa, tornam-se possíveis”, destaca.

 

Origem do Dia Nacional do Samba

O Dia Nacional do Samba não é uma data comemorativa oficial e foi aprovado como lei estadual do Estado da Guanabara (atual município do Rio de Janeiro), através da Lei n° 554, de 27 julho de 1964.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Na Bahia, também havia um projeto de lei, de 1963, que pretendia instituir o Dia do Samba. Já considerando a sua aprovação, o projeto declara que as comemorações da data nesse ano homenageariam Ary Barroso, compositor brasileiro, autor de “Aquarela do Brasil”, entre outras canções.

É possivelmente por esse motivo que se passou a divulgar a ideia de que a data seria uma homenagem ao sambista.

Assim, embora o Dia Nacional do Samba não seja oficial, a sua comemoração é conhecida nacionalmente.

Vale lembrar que existem variações do samba com outros estilos músicas. Entre eles, o que se destaca é o samba Rock, o samba enredo, o samba pagode, o samba carnavalesco, o samba de gafieira e etc.

No Rio de Janeiro comemora-se também o dia do pagode, em 18 de maio, instituído pela Lei nº 2045 de 18 de dezembro de 1992.

Advertisement
Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.