Grande Vitória

Novembro no Planetário: sessões gratuitas e para todas as idades em exibição

COMPARTILHE
Pegar carona numa cauda de cometa para ver a Via Láctea? Não precisa! Você pode ver e aprender muito sobre o universo nas sessões gratuitas e abertas ao
Férias no Planetário
38
Advertisement
Advertisement

Pegar carona numa cauda de cometa para ver a Via Láctea? Não precisa! Você pode ver e aprender muito sobre o universo nas sessões gratuitas e abertas ao público do Planetário de Vitória, sempre às sextas-feiras, a partir das 18 horas. Com capacidade para 50 lugares, a entrada nas sessões é por ordem de chegada.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Nesta sexta-feira (11), a primeira sessão exibe o filme “Da Terra ao Universo”, uma viagem através do tempo e do espaço que transmite, por meio de uma combinação impressionante de visões e sons, o Universo que nos é revelado pela ciência.

A seguir, “Reconhecimento do céu noturno” mostra como identificar algumas constelações e o movimento anual aparente do Sol, apresentando o céu de cada estação do ano. Destaca-se principalmente o papel fundamental do reconhecimento do céu para a contagem do tempo e localização.

Encerrando a noite, “Sistema Solar: Universo de Aventuras” exibe imagens reais e animadas, é possível conhecer os principais astros que compõem o Sistema Solar, como o Sol, os planetas, os satélites naturais, asteroides e cometas.

Viagem espacial

Continua depois da publicidade

No próximo dia 18 de novembro, às 18h, a noite começa com “Arqueoastronomia Mexica”. Através de cenários imersivos impressionantes, a projeção ilustra o importante papel desempenhado pela observação astronômica para a evolução das culturas pré-hispânicas no México central. Os mexicanos usaram o conhecimento calendárico e astronômico herdado por suas culturas predecessoras para fundar a capital de seu império: Tenochtitlán. Cores, formas e sons vibrantes transportam o espectador para uma das culturas mais importantes que, até hoje, ainda vive no coração e na pele do povo mexicano.

Depois, uma sessão com linguagem infantil em “Reconhecimento do Céu”, que proporciona a familiarização das constelações pelas crianças.

Logo após, tem “Sistema Solar: Uma Viagem entre os Planetas” apresenta os principais astros que compõem o Sistema Solar, como o Sol, os planetas, os satélites naturais, asteroides e cometas.

Advertisement

Exibição e palestra

Continua depois da publicidade

Na última sexta-feira do mês, dia 25, a sessão das 18 horas exibe a projeção “Fantasma do Universo”, abordando desde a jornada de prótons que percorrem o maior colisor de partículas do mundo na Europa até a visualização do Big Bang e do cosmos emergente, a produção é um novo show projetado para inserir o público na busca por matéria escura.

Às 18h30, tem “Fronteiras”, uma jornada para descobrir que os limites do universo são indistintos.

Logo depois, seguindo com o projeto “Ciência no Planetário”, o professor doutor Júlio César Fabris faz a palestra “O Universo em expansão: 100 anos do artigo de Friedmann”.

Em 1922 o matemático russo Alexsander Friedmann publicou o artigo em que, pela primeira vez na história, foi evocada a possibilidade que o universo fosse dinâmico, não-estático. Entre os cenários que ele discutiu estava a do universo em expansão. O trabalho foi fundamental para a construção do atual modelo cosmológico padrão.

Programação do Planetário de Vitória

11 de novembro

  • 18h: Da Terra ao Universo (a partir de 12 anos)
  • 18h30: Reconhecimento do céu noturno (a partir de 12 anos)
  • 19h30: Sistema Solar: Universo de Aventuras (a partir de 8 anos)

18 de novembro

  • 18h: Arqueostronomia Mexica (a partir de 12 anos)
  • 18h30: Reconhecimento do Céu (infantil)
  • 19h30: Sistema Solar: Uma Viagem entre os Planetas

25 de novembro

  • 18h: Fantasma do Universo (a partir de 15 anos)
  • 18h30: Fronteiras (a partir de 12 anos)
  • 19h: Projeto Ciência no Planetário, com o professor doutor Júlio César Fabris. “O Universo em expansão: 100 anos do artigo de Friedmann” (a partir de 15 anos)

Onde fica: Avenida Fernando Ferrari, 514, dentro do campus de Goiabeiras da Universidade Federal do Espírito Santo.

Entrada gratuita.

Advertisement
Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.