Esporte Nacional

Guarani mantém 60% da base de Mozart para 2023, mas faz mistério sobre nomes

COMPARTILHE
15
Advertisement
Advertisement
Advertisement

Sem divulgar nomes de atletas, o Guarani informou que vai manter 60% da base utilizada pelo treinador Mozart na disputa do Paulistão, Série B e Copa do Brasil da próxima temporada de 2023.

Continua depois da publicidade

Esta foi a informação dada pelo diretor executivo de futebol do Bugre, Rodrigo Pastana, na assembleia de futebol dos dirigentes do clube com os sócios, prevista no estatuto do Guarani.

Com isso, o torcedor do Guarani vai ter que esperar mais um pouco para conhecer o elenco que vai vestir sua camisa em 2023. Pastana destacou que, somente a partir da primeira semana de dezembro haverá anúncio de contratações, dispensas e renovações no Guarani.

Na reunião com os sócios, Pastana e o presidente Ricardo Moisés conversaram apenas sobre os trabalhos realizados na Série B do Brasileiro deste ano e sobre o planejamento para 2023.

Continua depois da publicidade

SAÍDAS

Os dirigentes adiantaram apenas que alguns jogadores, entretanto, deverão deixar o Guarani e vestir a camisa de outro clube, como o zagueiro Derlan, o atacante Júlio César e o lateral-esquerdo Matheus Bidu (que retorna de empréstimo junto ao Cruzeiro).

Já em relação ao atacante Yuri Tanque, artilheiro do time na Série B, não há ainda uma definição, pois o jogador é pretendido pelo futebol coreano e as propostas não convenceram os dirigentes.

Advertisement
Continua depois da publicidade

O contrato do atacante vai até 30 de abril. O time bugrino pagou R$ 250 mil ao Coimbra e exerceu a prioridade de compra de 50% dos direitos econômicos do atacante, mas não houve renovação de vínculo.

Estadao Conteudo
Copyright © 2022 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement
Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.