Geral

Racismo estrutural é 'chaga da sociedade brasileira', diz Moraes no STF

COMPARTILHE
11
Advertisement
Advertisement
Advertisement

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse nesta quinta-feira que é preciso acabar com “chaga” do racismo estrutural. A fala foi feita durante julgamento sobre a competência do município de São Paulo para instituir feriado no Dia da Consciência Negra, em 20 de novembro.

Continua depois da publicidade

“Há necessidade, todos os dias obviamente, de se combater o racismo estrutural, mas há necessidade de se marcar efetivamente pelo menos uma vez por ano, a concentração das lutas, programas e balanços sobre o que tem sido feito para que nós possamos dissipar essa chaga da sociedade brasileira que é o racismo estrutural.”

O ministro destacou que a neutralidade do ordenamento jurídico “produz resultados prejudiciais a determinados grupos e indivíduos” e que o “racismo silencioso corrói a igualdade social”.

Os ministros Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Luiz Fux e Dias Toffoli acompanharam a relatora Cármen Lúcia a favor da instituição do feriado. Os ministros André Mendonça e Kássio Nunes Marques discordaram. O julgamento foi suspenso e terá continuidade na próxima sessão.

Continua depois da publicidade

Lavínia Kaucz
Estadao Conteudo
Copyright © 2022 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement