Cidades

Outubro é o mês de conscientização sobre a prevenção ao câncer de mama

COMPARTILHE
58
Advertisement
Advertisement

De acordo com dados do Sistema de Informação do Câncer (SISCAN), de janeiro até setembro de 2022 foram realizados no Estado 49,958 exames de Mamografia Diagnóstica e de Rastreamento, enquanto em todo o ano de 2021, o Estado ofertou 71.181 exames à população feminina.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Os resultados dos exames realizados de janeiro a agosto de 2022 mostram que 706 mulheres foram diagnosticadas com neoplasia maligna de mama. Em 2021, foram 1.323. O número de óbitos ocasionados pelo câncer de mama de janeiro a agosto de 2022 foi de 211, já em 2021, 336 óbitos foram registrados.

Neste ano, de janeiro a julho, o Estado registrou 1.364 mulheres em tratamento contra a neoplasia maligna de mama. Em 2021, foram 1.965 mulheres que realizaram tratamento contra o câncer.

Sinais e sintomas que a mulher deve ficar atenta

– Presença de nódulo mamário que persistem por mais de um ciclo menstrual em mulheres com mais de 30 anos;

Continua depois da publicidade

– Nódulo mamário de consistência endurecida e fixo ou que vem aumentando de tamanho, em mulheres adultas de qualquer idade;

– Saída espontânea de secreção unilateral em um dos mamilos;

– Lesão de pele na mama que não responde aos tratamentos tópicos;

Advertisement
Continua depois da publicidade

– Presença de linfadenopatia axilar (ínguas);

– Aumento progressivo do tamanho da mama, com a presença de sinais de edema, como pele com aspecto de casca de laranja;

– Retração na pele da mama;

– Mudança no formato do mamilo;

A orientação é para que toda mulher, em qualquer faixa etária, conheça seu corpo e esteja atenta a qualquer alteração. Caso detecte algo, deve buscar orientação e ajuda em uma Unidade Básica de Saúde (UBS).

Como e onde buscar tratamento

A porta de entrada para o tratamento do câncer de mama é a partir da Atenção Primária à Saúde (APS), na Unidade Básica de Saúde (UBS). O médico da família pode fazer a solicitação do exame de mamografia que é realizado para a detecção precoce do câncer de mama em mulheres e a partir do resultado a paciente é encaminhada para uma unidade de referência para tratamento especializado, geralmente em unidade hospitalar.

Uma vez dentro da rede de atenção, a paciente receberá atendimento com uma equipe multiprofissional (médico, enfermeiro, assistente social, psicólogo, entre outros); promoção de educação em saúde; além de controle e monitoramento dos casos para melhoria das políticas públicas de saúde relacionada ao câncer de mama. É importante que a cada 2 anos, mesmo que não apresentem sinais ou sintomas da doença o exame seja refeito.

Os tratamentos oferecidos vão depender de alguns fatores como tipo da lesão, estadiamento, entre outros. Os tratamentos oferecidos são cirurgia, quimioterapia, radioterapia e hormonioterapia. Estes tratamentos podem ser realizados concomitantemente. Devido à complexidade da doença a “cura” da paciente pode ser avaliada após cinco anos de tratamento e acompanhamento.

A assistência oncológica no que tange à assistência especializada do Espírito Santo conta com hospitais habilitados para o tratamento de câncer de mama e entre eles está um hospital classificado como Centro de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (CACON):

– Hospital Santa Rita de Cássia (HSRC-AFECC) – instituição filantrópica conveniada ao Sistema Único de Saúde (SUS), classificada como CACON

E sete hospitais classificados como Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (UNACON):

– Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim (HECI) – instituição filantrópica, conveniada ao SUS, classificada como UNACON

– Hospital Universitário Cassiano Antônio de Moraes (Hucam) – instituição pública federal, vinculada à Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes);

– Hospital Santa Casa de Misericórdia de Vitória (HSCMV) – instituição filantrópica, conveniada ao SUS, vinculada à instituição de ensino Emescam;

– Hospital Evangélico de Vila Velha (HEVV) – instituição filantrópica, conveniada ao SUS, vinculada à instituição de ensino Univix;

– Hospital Maternidade São José (HMSJ) – instituição filantrópica, vinculada ao SUS;

– Hospital Rio Doce – instituição filantrópica, vinculada ao SUS;

– Hospital Infantil Nossa Senhora da Glória (HINSG) – Instituição pública estadual.

 

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui

 

 

Advertisement
Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.