Esporte Nacional

Com três gols de Pedro, Fla goleia o Red Bull Bragantino no Brasileirão

COMPARTILHE
Em um jogo que teve um certo toque de dramaticidade, o Flamengo goleou o Bragantino por 4 a 1 neste sábado, no Maracanã, pelo Campeonato
57
Advertisement
Advertisement

Em um jogo que teve um certo toque de dramaticidade, o Flamengo goleou o Bragantino por 4 a 1 neste sábado, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro, em noite do atacante Pedro. Com três gols em um intervalo de cinco minutos, o centroavante tirou o time rubro-negro do sufoco e confirmou a fase iluminada que está vivenciando.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Na partida, o time carioca perdeu um pênalti com Gabriel logo de cara. Mas ele mesmo abriu o placar logo em seguida. O Bragantino, que teve um jogador expulso no início da partida, empatou com Helinho cobrando penalidade no início da etapa final. Quando duelo se encaminhava para uma fase dramática, Pedro entrou em ação e, com três gols, fechou a vitória por 4 a 1.

Substituído no segundo tempo, o artilheiro voltou a campo para pegar a bola do jogo. Foi o seu terceiro hat-trick com a camisa do Flamengo. O primeiro foi contra o Volta Redonda pelo Carioca de 2021 e o segundo aconteceu diante do Vélez Sarsfield na Libertadores deste ano.

O Flamengo chegou aos 48 pontos na classificação e colocou fim a uma série de quatro jogos sem vitória. O Bragantino se mantém nos 35 pontos na classificação.

Continua depois da publicidade

A rodada do meio de semana do Brasileiro coloca em ação os dois times no mesmo dia. Na quarta-feira, o Flamengo volta a atuar no Maracanã e recebe o Internacional. O Bragantino também vai jogar como mandante e encara o Cuiabá em Bragança Paulista.

O Flamengo iniciou o jogo em alta voltagem e logo aos 2 minutos teve um pênalti marcado a seu favor. Para piorar, Luan Cândido recebeu cartão vermelho pela falta em Gabriel na área e deixou o time paulista com um a menos. Na cobrança da penalidade, porém, quem levou a melhor foi o goleiro Cleiton que viu o tiro do camisa nove flamenguista bater na trave.

Apesar do impacto pelo pênalti perdido, o time carioca manteve a pressão e foi coroado aos 11 minutos. Numa bela trama pela esquerda, Arrascaeta percebeu o deslocamento de Gabriel e tocou. O atacante se redimiu perante a torcida e, com um leve toque, fez 1 a 0.

Advertisement
Continua depois da publicidade

O Flamengo transitou a bola à frente da área do Bragantino e apostou nas infiltrações e jogadas pelas extremas para tentar ampliar. Gabriel, Everton Ribeiro e Vidal tiveram chances claras, mas esbarraram na excelente atuação do goleiro Cleiton.

Na volta do intervalo, Dorival Júnior tirou o volante Thiago Maia e escalou Everton Cebolinha para deixar o time ainda mais ofensivo. Mas um lance de imprudência de Vidal mudou o panorama do jogo. Ele cometeu pênalti infantil em Eric Ramires e recolocou o Bragantino na partida. Helinho bateu com categoria e empatou: 1 a 1.

A igualdade fez o Flamengo voltar à estratégia de sufocar o rival que novamente se fechou. Além da retranca do Bragantino, a ansiedade foi outro obstáculo a ser superado. Mas o drama acabou caindo por terra graças ao faro de gol de Pedro. Em cinco minutos, o camisa 21 marcou três gols e decidiu o jogo.

Aos 20 minutos, ele concluiu um cruzamento de Everton Cebolinha e fez 2 a 1. Quatro minutos depois, foi a vez de escorar com o peito um levantamento de Arrascaeta. No lance seguinte, foi a vez de aproveitar o passe de Ayrton Lucas e encher o pé para decretar o 4 a 1.

Substituído na etapa final, o centroavante teve o nome saudado pela torcida. No final da partida, Dorival optou por tirar seus principais jogadores a fim de poupá-los para a rodada do meio de semana do Brasileiro.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 4 x 1 BRAGANTINO

FLAMENGO – Santos; Rodinei (Varela), Fabrício Bruno, Pablo e Ayrton Lucas; Thiago Maia (Everton Cebolinha), Vidal, Everton Ribeiro e Arrascaeta (Victor Hugo); Gabriel e Pedro (Marinho). Técnico: Dorival Júnior.

BRAGANTINO – Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Natan e Luan Cândido; Raul (Praxedes), Lucas Evangelista, Hyoran (Andrés Hurtado) (Eric Ramires); Artur, Carlos Eduardo (Jadsom Silva) e Helinho (Sorriso). Técnico: Maurício Barbieri.

GOLS – Gabriel, aos 11 minutos do primeiro tempo. Helinho, de pênalti, a 1 minuto e Pedro aos 20, 24 e 25 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Arrascaeta (Flamengo).

CARTÕES VERMELHOS – Luan Cândido (Bragantino).

ÁRBITRO – Anderson Daronco (RS).

RENDA – R$ 2.079.219,25.

PÚBLICO – 44.558 pagantes.

LOCAL – Estádio Maracanã, no Rio (RJ).

Estadao Conteudo
Copyright © 2022 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement