Saúde e Bem-Estar

Brasileiros seguem buscando informações sobre saúde na internet.

COMPARTILHE
Google In
72
Advertisement
Advertisement

O Google se tornou uma das plataformas online mais acessadas no Brasil e no mundo
nos últimos anos. Respondendo às mais diversas perguntas, dos mais variados
tópicos, o Google reúne uma vasta gama de informações que estão disponíveis com
apenas alguns clicks. Mas como saber se o que se lê sobre saúde na internet é correto?

Advertisement
Continua depois da publicidade

Nas últimas décadas, a tecnologia avançou significativamente em todo o mundo,
levando muitas plataformas, aplicativos e softwares a transformar a informação online
na área da saúde. Com esse avanço de busca por informação online, algumas
plataformas, bibliotecas e institutos começaram a disponibilizar o seu arsenal digital,
para o acesso de todos.

Outras plataformas oferecem até a possibilidade de agendar consultas online ou
teleconsultas com o profissional de saúde que escreveu o artigo sobre determinado
assunto da sua área de atuação e expertise. Assim, possibilitando que tanto a
informação quanto o atendimento sejam possíveis online.

Desta forma, a informação pode ser confiável se:

● Vier de uma fonte oficial como sites de Universidades, bibliotecas virtuais e
Organizações de saúde.

Continua depois da publicidade

● Estiver assinada por um profissional de saúde com especialidade na área do
tópico.

● For atualizada, pois com o avanço da medicina, novas descobertas são
realizadas e o que inicialmente era o método ideal de tratamento, pode ter sido
reposto por outro que oferece melhores resultados.

● Apresentar referências bibliográficas. Artigos científicos de revistas conceituadas
são geralmente as fontes oficiais de artigos que divulgam informação sobre
saúde e bem-estar.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Aqui estão 5 exemplos de plataformas digitais para adquirir informações atualizadas e
corretas sobre saúde e bem-estar:

1. Biblioteca Virtual em Saúde

A biblioteca virtual em saúde foi fundada em 1953 e em 2001 foi lançada online. Essa
plataforma é responsável por unir todos os artigos gerados pelo Ministério da Saúde
em um único portal. Assim, todo o conteúdo gerado na plataforma é de autoria do
Ministério da Saúde, sem contribuição externa.

A principal meta é criar acesso à informação tanto para profissionais de saúde, como
instituições de ensino e sistema de saúde, de forma prática e inteligente. Também
pode-se acessar Medline e Lilacs para artigos em outras línguas.
A Biblioteca Virtual de saúde não opera somente online, o Espaço João Yunes é
utilizado para pesquisas, leitura e estudos.

2. Doctoranytime

O doctoranytime é uma plataforma digital de agendamento e gerenciamento em saúde
que iniciou suas operações em 2012 na Grécia, neste ano completando 10 anos. Sua
fundadora, Eleftheria Zourou, o criou como resultado de sua experiência de não se
sentir à vontade para escolher um médico com base apenas em informações gerais, de
forma aleatória.

Em uma seção do site, os profissionais de saúde das mais diversas especialidades da
área médica e bem-estar escrevem artigos sobre temas da sua especialidade,
mensalmente. Os conteúdos de saúde são todos atualizados, relacionados às mais
diversas condições e doenças, com linguagem clara, simples e direta. Logo, o paciente
pode agendar uma consulta diretamente com o profissional de escolha.

3. Organização Panamericana de Saúde (OPAS)

A Organização Panamericana de Saúde é parte da Organização Mundial da Saúde das
Américas e traz informações oficiais sobre saúde pública, comum a toda a região e
condições que porventura podem colocar em risco a sustentabilidade de qualquer
sistema de saúde em questão.

Incluindo o Brasil e mais 34 Estados, a OPAS traz além de conteúdo informativo sobre
as principais doenças e condições das Américas, notícias e conselhos para toda a
população.

4. INCA

O Instituto Nacional de Câncer tem como objetivo instruir e informar a população
brasileira sobre tumores e câncer. É possível o acesso a informações como hospitais
do câncer em cada região do país além de:

● Campanhas de prevenção ao câncer, tais como prevenção ao tabagismo;

● Acesso a resultado de pesquisas feitas na população brasileira a fim de
identificar doenças e condições para melhorar os tratamentos;

● Planos de desenvolvimento

● Uma central de conteúdos com artigos relacionados a todos os tipos de
cânceres, prevenção e tratamento, incluindo versão em áudio.

5. Sites de Universidades e Associações

A maioria das Universidades Federais, de todo o Brasil, divulgam conteúdos
informativos sobre saúde visando eliminar a desinformação e contribuir com o
conhecimento da população em geral. Tanto resultado de pesquisas quanto ações que
estão sendo realizadas em cada região, Universidades têm um papel fundamental na
divulgação de conteúdo verdadeiro sobre saúde, instruindo e educando sobre assuntos
locais e importantes aos habitantes da região.

Um outro ponto a considerar é que as Universidades são compostas de diversas áreas
médicas e, em um website é possível ler sobre tópicos de Nutrição, Medicina,
Odontologia ou outras áreas da saúde. Notícias sobre áreas específicas e conselhos
que regulam cada uma dessas profissões são possíveis acessando os sites específicos
de cada uma delas.

É importante ressaltar que todas as plataformas citadas acima não substituem a visita e
a opinião do profissional de saúde.

Advertisement
Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.