Esporte Nacional

Corinthians bate Cuiabá graças a brilho de Róger Guedes e astúcia de Yuri Alberto

COMPARTILHE
14
Advertisement
Advertisement
Advertisement

Róger Guedes foi o grande motor da vitória do Corinthians sobre o Cuiabá, por 2 a 0, neste sábado pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. O atacante foi o responsável por desvendar um jogo que se apresentava complicado em seus primeiros minutos e deu novas provas da grande fase que vive ao lado de Yuri Alberto no comando do ataque alvinegro. Partiram do camisa 10 corintiano as melhores jogadas e também o golaço que deu números finais ao duelo ainda na etapa inicial.

Continua depois da publicidade

Com o resultado, o Corinthians permanece na quarta posição, com 50 pontos, distante da luta pelo título do Brasileirão. O Cuiabá, por sua vez, tem riscos elevados de rebaixamento e fica na 17ª colocação, com somente 30 pontos.

O Cuiabá começou o jogo mais propositivo. Deyverson teve um gol anulado pelo VAR aos 2 minutos por impedimento, mas, apesar do baque, sua equipe seguiu com melhores chances. O Corinthians não conseguia encontrar brechas. A pressão em linha alta do adversário dificultava a missão de levar a bola ao ataque. O primeiro lance perigoso alvinegro aconteceu apenas aos 23 minutos, quando Róger Guedes tentou o chute dentro da grande área, foi travado e por pouco a bola não sobrou para Adson.

A partir desse instante, despontou para o jogo seu protagonista: Róger Guedes. Aos 33 minutos, a equipe de Vítor Pereira desenhou uma jogada plástica e taticamente perfeita. Fausto Vera roubou a bola de Deyverson, levantando a torcida, e encontrou Du Queiroz, que faz ótimo lançamento para Róger Guedes. O atacante usou seu melhor atributo: puxou a bola da ponta esquerda para o meio e inverteu o jogo para Renato Augusto na extremidade direita da grande área. De primeira, o meia fez um passe pelo alto para Yuri Alberto completar e abrir o placar.

Continua depois da publicidade

Após o gol de Yuri Alberto, o Cuiabá claramente sentiu o baque. O Corinthians passou a ser muito mais efetivo na busca pelo segundo tento. Uma partida que parecia se desenhar de maneira negativa para o Corinthians inverteu seu panorama a partir do entendimento dos atletas alvinegros da necessidade de fazer inversões rápidas e tentar recuperar a posse de bola no campo de ataque para desmontar a retaguarda do Cuiabá.

Róger Guedes foi o nome do primeiro tempo. O atacante de novo exibiu sua máxima virtude. Ao receber um passe de letra de Renato Augusto, conduziu a bola da esquerda para a direita, deixando os defensores do Cuiabá para trás até anotar um golaço em um chute rasteiro já dentro da grande área.

O segundo tempo começou morno, e Vítor Pereira optou por fazer alterações para poupar fisicamente os titulares de olho na final da Copa do Brasil. António Oliveira respondeu, colocando Valdívia no lugar de Rodriguinho. Mas os horizontes seguiram idênticos. O jogo ganhou algum tom de emoção nos últimos 15 minutos, com o time corintiano causando burburinho na área cuiabana, com lances rápidos, novamente com Róger Guedes iluminado. E, assim, o placar persistiu em 2 a 0 até o apito final.

Advertisement
Continua depois da publicidade

O próximo compromisso do Corinthians será na terça-feira, às 21h30, diante do Juventude, em Caxias do Sul. O Cuiabá entra em campo no dia seguinte. No Nabi Abi Chedid, pega o Red Bull Bragantino, às 19h.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 2 x 0 CUIABÁ

CORINTHIANS – Cássio; Fagner, Balbuena (Gil), Raul Gustavo e Lucas Piton; Du Queiroz (Ramiro), Fausto Vera e Renato Augusto (Giuliano); Adson, Róger Guedes (Arthur Sousa) e Yuri Alberto (Mateus Vital). Técnico: Vítor Pereira.

CUIABÁ – João Carlos; Marllon, Joaquim e Alan Empereur; Daniel Guedes (João Lucas), Camilo, Pepê (Denilson) e Sidcley (Osorio); Rodriguinho (Valdívia), André Luís (Rafael Gava) e Deyverson. Técnico: António Oliveira.

GOLS – Yuri Alberto, aos 33, e Róger Guedes, aos 48 do primeiro tempo.

CARTÃO AMARELO – Fausto Vera.

ÁRBITRO – Caio Max Augusto Vieira (RN).

PÚBLICO – 37.681 torcedores.

RENDA – R$ 2.049.251,50.

LOCAL – Neo Química Arena, em São Paulo.

Marcos Antomil
Estadao Conteudo
Copyright © 2022 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement