Variedades

Família da vítima de Jeffrey Dahmer diz ter sido 'retraumatizada' com série

COMPARTILHE
117
Advertisement
Advertisement

Estreou nesta quinta-feira, 22, a série Dahmer: Um Canibal Americano. A produção da Netflix que relembrou os assassinatos do serial killer Jeffrey Dahmer entre os anos de 1978 e 1991, no entanto, causou revolta na família de uma das vítimas.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Eric, o primo de Errol Lindsey, que foi morto aos 19 anos pelo assassino, revelou nas redes sociais que o seriado trouxe à tona os traumas da família. “Eu não estou dizendo a ninguém o que assistir, eu sei que a mídia de crimes reais é enorme, mas se você está realmente curioso sobre as vítimas, minha família (os Isbell) está revoltada com essa série”, iniciou.

“Está nos retraumatizando uma e outra vez, e para quê? De quantos filmes/shows/documentários precisamos?”, indagou. Eric comentou ainda sobre a repercussão de uma cena do seriado no Twitter, onde usuários compararam a produção com imagens reais do julgamento em 1992.

“Recriar minha prima (Rita Isbell) tendo um colapso emocional no tribunal diante do homem que torturou e assassinou seu irmão é insano”, lamentou.

Continua depois da publicidade

Protagonizada por Evan Peters, Dahmer: Um Canibal Americano mostra a vida do assassino que matou brutalmente 17 homens entre os anos de 1978 e 1991, quando foi preso. As vítimas de Jeffrey Dahmer eram assassinadas com práticas de estupro, necrofilia e canibalismo. Os crimes foram cometidos no Wisconsin, nos Estados Unidos.

Estadao Conteudo
Copyright © 2022 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement
Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here