Cidades

Conselheiro da Embaixada dos EUA afirma que Caparaó está à frente da Amazônia em organização

COMPARTILHE
Uma comitiva da embaixada dos Estados Unidos (EUA) esteve em Guaçuí para uma reunião com autoridades e empreendedores da região do Caparaó
Fotos Marcos Freire
183
Advertisement
Advertisement

Na noite desta terça-feira (13), uma comitiva da embaixada dos Estados Unidos (EUA) esteve em Guaçuí para uma reunião com autoridades e empreendedores da região do Caparaó Capixaba. E o conselheiro para Meio Ambiente, Ciência, Tecnologia e Saúde da Embaixada dos EUA no Brasil, Glenn Fedzer, afirmou aos presentes que, ao se falar de Brasil, se fala muito de Amazônia Legal, mas que a região do Caparaó está à frente em organização e sucessos.

Advertisement
Continua depois da publicidade

A reunião aconteceu no Teatro Municipal Fernando Torres e serviu para um início de intercâmbio que vai buscar ações para o desenvolvimento da economia verde, sustentável, do turismo e da cultura do Caparaó Capixaba. Também estiveram presentes o Cônsul para Assuntos Econômicos do Consulado, Marco Sotelino, e o secretário de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Fabricio Machado, que articulou o encontro junto com o Consórcio do Caparaó.

Por isso, estavam presentes vários prefeitos e representantes dos municípios que compõem o Consórcio, além de cidades mineiras que também estão no entorno da Serra do Caparaó. Entre estes estava o prefeito de Guaçuí, Marcos Jauhar, que agradeceu a presença de todos. “Estamos como nosso Cristo Redentor, de braços abertos para receber a todos que vierem contribuir para o desenvolvimento de Guaçuí e do Caparaó”, disse.

O Caparaó presente como um todo

Continua depois da publicidade

O secretário de Meio Ambiente de Guaçuí, Roberto Martins, entregou um relatório sobre as atividades de sua Secretaria aos membros da comitiva norte-americana que também receberam lembranças do município. Enquanto a diretora executiva do Consórcio Caparaó, Dalva Ringuier, reuniu todos os prefeitos no palco do teatro, “para mostrarmos nossa união e que estamos presentes como um todo”. “Cada município tem suas belezas, sua cultura, mas é na Serra do Caparaó que nascem as bacias do Rio Itapemirim, do Rio Itabapoana e de uma afluente do Rio Doce, e onde se encontram os melhores cafés do Brasil”, destacou.

O presidente da Associação Comercial, Industrial e Serviços de Guaçuí (Acisg) e diretor do Grupo Folha do Caparaó (GFC), Elias Carvalho Soares, também estava presente. Ele destacou a dedicação e amor que o secretário Fabrício Machado tem por Guaçuí, sua cidade natal. E também lembrou que o Grupo Folha do Caparaó – que hoje possui o portal Aqui Notícias – conta a história do Caparaó há 18 anos. “E nessa trajetória, hoje, vemos que a região é conhecida em todo o mundo, mas precisamos pensar para onde queremos ir daqui 20 anos, tempos que pensar a região”, disse.

Advertisement
Continua depois da publicidade

O diretor-presidente do Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema), Alemar Fiuza, destacou que o Espirito Santo tem muitas belezas já reconhecidas, mas tem potencial para muito mais. “No Parque Estadual da Cachoeira da Fumaça, estamos trabalhando para oferecer serviços em seu entorno, o que acontece no Caparaó também que, não vai demorar, vai passar a ser mais procurado do que a região de Pedra Azul”, afirmou.

A região é orgulho para o Espírito Santo

Já o secretário de Estado de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia, Ricardo Pessanha, lembrou que o Caparaó, que é orgulho para o Espírito Santo, era uma região esquecida, mas que se organizou com a força da agricultura e do turismo. “Todos nós queremos desenvolvimento, mas em primeiro lugar, tem que ser sustentável”, enfatizou, ressaltando que os municípios sempre querem a atração de indústrias, visando a geração de emprego, “mas as empresas não são trazidas e sim vêm, conforme os atrativos oferecidos”. “E nesse ponto, o Espírito Santo é um estado equilibrado o que é um atrativo, assim como, os municípios precisam pensar o que oferecer, porque a indústria vai procurar o melhor lugar”, completou.

O cônsul para Assuntos Econômicos do Consulado, Marco Sotelino, parabenizou o trabalho que vem sendo realizado no Caparaó, dizendo que os Estados Unidos fazem o mesmo para atrair investimentos para seu país. “Fazemos o mesmo, também nos preocupando com a proteção ambiental, e vamos compartilhar o que está sendo feito aqui com nosso governo e redes”, disse.

Enquanto o conselheiro para Meio Ambiente, Ciência, Tecnologia e Saúde da Embaixada dos EUA no Brasil, Glenn Fedzer, afirmou estar empolgado com o que viu na região e Estado que tem “reputação de grandes feitos”. “É um estado competitivo, do qual os Estados Unidos é parceiro, na busca de incentivos para investimentos”, colocou. “Estamos muito satisfeitos com os desdobramentos da visita, com nosso foco principal, hoje, no meio ambiente, e viemos conhecer o trabalho realizado no Espírito Santo, porque o mundo está falando em Amazônia Legal, mas essa região está à frente em organização e sucessos”, completou.

Ótimas impressões da organização e sucessos

O secretário de Estado de Meio Ambiente, Fabrício Machado, destacou a luta dos prefeitos da região do Caparaó e a mobilização coordenada por Dalva Ringuier, colocando que tem dedicado esforços para ajudar Guaçuí, sua cidade natal, “que precisa dar certo”. “E temos que pensar em sociedade, tendo como principais objetivos, para essa região belíssima, a preservação do meio ambiente, o turismo ecológico e a divulgação de suas muitas belezas”, enfatizou. “Espero que eles (comitiva dos EUA) levem ótimas impressões, para que a gente possa construir projetos e trazer pessoas para conhecer e preservar nossa região”, complementou.

Também estavam presentes os prefeitos Nirrô Emerick (Alegre), Eleardo Aparício (Divino de São Lourenço), Toninho Gualhano (Bom Jesus do Norte) e Ailton Vein (Ibitirama), além do vice-prefeito de Guaçuí, Licinho, e a presidente da Câmara Municipal de Guaçuí, vereadora Maria Lúcia das Dores. Assim como subsecretários do Governo do Estado, secretários municipais e representantes de organizações e segmentos da sociedade de outros municípios da região, como Dores do Rio Preto, Iúna, Muniz Freire e São José do Calçado.

Além de participarem da reunião no Teatro Municipal de Guaçuí, a comitiva cumpriu agenda de visitas técnicas e turísticas nesta quarta-feira (14), conhecendo a Estância São Lucas, propriedade rural onde funciona uma experiência do Programa Reflorestar, do Governo do Estado, em Guaçuí. E depois visitaram à sede do Parque Nacional do Caparaó.

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

Advertisement