Política Nacional

Campanha ‘#tiragomes’ cresce com vídeos de Caetano e Alinne Moraes

COMPARTILHE
17
Advertisement
Advertisement
Advertisement

A hashtag #tiragomes, em referência ao candidato à Presidência Ciro Gomes (PDT), se popularizou nas redes sociais nesta segunda-feira, 26. Com um vídeo de Caetano Veloso, a hashtag chegou a ser o quarto assunto mais comentado no Twitter. Nos curtos segundos da gravação, o cantor afirma que Leonel Brizola dizia que “artista não dá voto, mas tira, então…”. O vídeo termina reproduzindo a hashtag #tiragomes.

Continua depois da publicidade

A mensagem ganhou tração no aplicativo de mensagens WhatsApp, principalmente no grupo Prerrogativas, que reúne juristas e advogados que apoiam Lula contra Jair Bolsonaro (PL).

Ao Estadão, a produtora de cinema e música Paula Lavigne, mulher de Caetano, explicou que o trecho faz parte de depoimento que ele havia gravado para a campanha de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). No entanto, ela destacou que o cantor não é responsável pela campanha #tiragomes, nem deve compartilhar o vídeo nas redes sociais dele.

Outro vídeo da série #tiragomes mostra recortes da vilã da novela Duas Caras (2007), Silvia, interpretada por Alinne Moraes, dizendo que vai a Paris. A personagem caiu nas graças das redes sociais há algum tempo e trechos de suas cenas estampam “memes” bastante populares, principalmente no Twitter.

Continua depois da publicidade

Usando a hashtag #tiragomes, Alinne repostou o vídeo que já circulava nas redes no perfil dela no Instagram. “Quer ir a Paris?”, escreveu na legenda do vídeo replicado no reels.

Piadas envolvendo o pedetista e a capital francesa têm origem em uma viagem que Ciro fez a Paris, depois do primeiro turno das eleições gerais de 2018. Com isso, surgiu um boato de que ele teria deixado de votar no pleito que elegeu Jair Bolsonaro (PL). Ciro, porém, em sabatina do Estadão, negou o rumor e afirmou ter votado no segundo turno, mesmo sem fazer campanha a nenhum dos candidatos.

Apoio de Caetano a Lula

Advertisement
Continua depois da publicidade

Eleitor de Ciro, Caetano Veloso oficializou apoio ao candidato do PT na segunda-feira, 19. No mesmo dia, a campanha de Lula postou no Instagram vídeo feito pelo cantor, no qual o artista cita a admiração por Ciro, mas declara voto no petista. “E agora, sinceramente, eu acho que, mesmo a gente adorando o Ciro e respeitando o que ele planeja, promete, eu acho que o negócio é…. tem que ser Lula”, declarou Caetano fazendo o L com a mão.

Na sabatina do Estadão, Ciro criticou a campanha pelo voto útil do petista e citou Caetano. “É o cara que vai tirar o Bolsonaro e sua falta de educação, sua grosseria, seu banditismo. A razão não é o Lula, nem a proposta do Lula nem o dia seguinte. É o voto Caetano Veloso, boas pessoas, mas que todos estão com a vida ganha. Quem está preocupado com o dia seguinte é quem não tem plano de saúde, é quem não tem como pagar mensalidade escolar, é quem está submetido ao terrorismo das facções criminosas nas periferias”, disse.

Redação
Estadao Conteudo
Copyright © 2022 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement