Espírito Santo

Mais de 800 MEIs são bloqueados no ES por ultrapassarem receita bruta anual

COMPARTILHE
organizar finanças
1034
Advertisement
Advertisement

Nos primeiros sete meses do ano, a Secretaria da Fazenda (Sefaz) identificou 813 Microempreendedores Individuais (MEIs) com receita bruta acima do limite estabelecido pela Lei Complementar nº 123/2006. Dessa forma, todos foram bloqueados para a realização de operações como emitente e destinatário de documentos fiscais. Alguns deles ultrapassaram o valor de R$ 1 milhão em aquisições, sendo que a receita bruta anual de um MEI é de R$ 81 mil, proporcionalmente, R$ 6.750 por mês.

Advertisement
Continua depois da publicidade

O gerente fiscal da Sefaz, o auditor fiscal Arthur Nunes, explicou que a Sefaz se utiliza de diversas malhas eletrônicas, com intuito de apurar irregularidades relacionadas ao MEI. “Queremos, com essas ações rotineiras, proteger o erário público e incentivar que os contribuintes MEI se regularizem perante o Fisco Estadual”, disse.

O auditor fiscal Edilson Paulo de Souza, responsável pelo setor de monitoramento e fiscalização dos MEI´s da Sefaz, comentou que, ao ultrapassar o limite, o MEI deve se desenquadrar do SIMEI e se reenquadrar em outra modalidade do Simples Nacional, ou seja, microempresa ou empresa de pequeno porte. “Caso não haja a regularização, poderão ser excluídos do regime Simples Nacional. Desse modo, ficarão obrigados a recolher os tributos devidos de acordo com a legislação aplicável aos demais contribuintes do Regime Ordinário”, orientou.

A única exceção do valor limite de R$ 81mil de receita bruta é para o transportador autônomo de cargas inscrito como MEI Caminhoneiro, que tem como ocupação profissional exclusiva o transporte rodoviário de cargas, sendo o limite anual de R$ 251.600,00, proporcionalmente, R$ 20.966,67 mensal.

Regularização

Continua depois da publicidade

Para se regularizar, caso permaneça no regime do Simples Nacional, o MEI deverá:

  • Se desenquadrar do Sistema de Recolhimento em Valores Fixos Mensais dos Tributos abrangidos pelo Simples Nacional – SIMEI;
  • Obter Inscrição Estadual;
  • Efetuar a apuração e o recolhimento de tributos considerando seu enquadramento no Simples Nacional, a partir da data de início da produção dos efeitos relativos ao desenquadramento.

Segundo a Sefaz, em caso de dúvidas quanto aos procedimentos de regularização, o contribuinte pode enviar uma mensagem para o Fale Conosco da Secretaria da Fazenda. Também pode buscar atendimento em uma das Agências da Receita Estadual.

Advertisement
Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here