Cidades

Hospital de Cachoeiro deve pagar R$ 30 mil a casal após homem ser impedido de assistir nascimento do filho

COMPARTILHE
bebê
Hospital Trabalhador Foto Gilson Abreu ANP
4328
Advertisement
Advertisement

Um morador de Cachoeiro de Itapemirim e a mulher dele vão receber R$ 30 mil, em indenização, depois de processar um hospital do município. Isso porque o homem foi impedido de acompanhar a mulher durante o parto do primeiro filho.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Por meio de provas, o juiz constatou que não havia riscos e nenhum outro fator que pudesse impedir a participação do homem durante o nascimento do filho, o que é garantido pela Lei Federal 11.108/2005. Por isso, ficou comprovado que o casal sofreu danos morais. 

A Justiça determinou que o hospital pague R$ 15 mil ao homem e, o mesmo valor, à esposa dele.

O juiz, diante disso, afirmou que ocorreu uma afronta à dignidade dos pais e o cancelamento da participação do pai em um momento único de sua vida, mesmo existindo um direito assegurado à família.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here