Cidades

Fora da natureza: coleta seletiva de vidro em Guaçuí atinge a marca de 130 toneladas

COMPARTILHE
A secretaria de Meio Ambiente (Semmam) de Guaçuí registrou a marca de 130 toneladas de vidro encaminhadas para a reciclagem
Fotos Semmam
54
Advertisement
Advertisement

A secretaria de Meio Ambiente (Semmam) de Guaçuí registrou a marca de 130 toneladas de vidro encaminhadas para a reciclagem no município. O benefício disso está na informação de que a maioria desse resíduo ou era encaminhada para o aterro sanitário ou descartada indevidamente, o que traz problemas para a natureza e saúde pública.

Continua depois da publicidade

Quando descartado de forma indevida, o vidro pode causar acidentes, lesões nas pessoas, incluindo os trabalhadores da limpeza pública, e poluição. Além disso, garrafas e outras embalagens de vidro podem acumular água e causar a proliferação do mosquito da dengue.

A Semmam destaca que o resultado é fruto de uma campanha de conscientização iniciada no final do mês de julho no ano passado. Foram realizadas palestras, reuniões, visitas e divulgação. Com a implantação do serviço, o material passou a ser descartado nos Pontos de Entrega Voluntária (PEV) ou recolhidos nas residências ou pontos comerciais.

Continua depois da publicidade

Para participar, o cidadão deve separar o material e colocá-lo com cuidado em saco plástico, para que não quebre e a equipe da coleta seletiva o recolha. A entrega também pode ser feita diretamente na sede da Associação de Catadores de Resíduos Recicláveis de Guaçuí (Asguamar), no bairro Horto Florestal, ou agendar o recolhimento junto à Semmam, por meio do telefone (28)3553-2462.

A secretaria de Meio Ambiente (Semmam) de Guaçuí registrou a marca de 130 toneladas de vidro encaminhadas para a reciclagem

Podem ser reaproveitados, ou seja, são recicláveis, potes de alimentos, perfumes, garrafas de sucos, cervejas e outras bebidas. A população pode contribuir também com garrafas de cerveja “long neck” que não são retornáveis (não reutilizadas) no comércio, logo, necessitam do devido descarte.

Advertisement
Continua depois da publicidade

O secretário municipal de Meio Ambiente Roberto Martins ressalta que embalagens de vidro podem ser totalmente reutilizadas para a produção de novos produtos, gerando menor consumo de energia, com menor emissão de resíduos e partículas de CO2, contribuindo assim para a preservação do meio ambiente. “Além disso, como é produzido a partir de minerais, como areia, barrilha, calcário e feldspato, sua reciclagem e reaproveitamento permitem que a quantidade de matéria-prima retirada da natureza seja menor, resultando em benefícios ecológicos, econômicos e sociais”, explica.

O vidro, se descartado no ambiente, causa uma série de riscos. Considerando, ainda, o alto volume nos aterros sanitários, o vidro é o campeão em entulhos, até porque não pode ser compactado como o papel, porque isso o transforma em perigosos cacos cortantes. Resultado: o vidro pode se acumular no ambiente ao ponto de não ter espaço suficiente para comportá-lo. Assim, a reciclagem é uma das soluções mais eficazes.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here