Esporte Nacional

Raphael Veiga vê Palmeiras com maturidade e pronto para passar pelo Atlético-MG

COMPARTILHE
44
Advertisement
Advertisement
Advertisement

O Palmeiras jamais ganhou do Atlético-MG sob a direção de Abel Ferreira. Foram sete encontros, com cinco empates seguidos nos últimos jogos e duas derrotas. Nesta quarta-feira às equipes se reencontram no Allianz Parque para decidir uma vaga nas semifinais da Copa Libertadores e Raphael Veiga vê o time com maturidade e pronto para superar o duro oponente.

Continua depois da publicidade

O meia anotou de pênalti na vitória sobre o Goiás, por 3 a 0, no domingo, se recuperando após desperdiçar três cobranças seguidas, e resgatou o moral. Ele também havia anotado na última vez que o Palmeiras bateu o time mineiro: um sonoro 3 a 0 em novembro de 2020, quando o time ainda era dirigido interinamente. Rony e Wesley completaram o placar naquele dia.

“Já falei algumas outras vezes que nosso time criou maturidade com os jogos grandes que passamos. Sabemos jogar o jogo em determinadas circunstâncias, independentemente se estamos ganhando ou perdendo”, avalia Raphael Veiga. “Quando tomamos o segundo gol (no Mineirão), não nos abatemos, não nos desorganizamos. Isso ajuda”, segue. “Conseguimos dois gols importantes e agora decidimos em casa. Sabemos que está empatado, não tem mais saldo de gol, mas temos tudo para fazer um bom jogo e sair com a vitória.”

Com Rony de volta e muitas opções para escalar o Palmeiras, Abel Ferreira espera acabar com esse incômodo jejum diante do time mineiro. Um empate leva a decisão para pênaltis e quem ganhar avança. No ano passado o time levou a melhor contra o Atlético-MG pelo gol fora, critério de desempate banido na atual temporada.

Continua depois da publicidade

As cinco vitórias seguidas no Brasileirão servem de motivação extra, na visão de Veiga. “No Brasileiro, é sempre importante conseguirmos as vitórias, principalmente em casa. Tivemos muita intensidade do começo ao fim (contra o Goiás), soubemos ser eficiente nas finalizações, nos cruzamentos, chegávamos com bastante perigo. As estatísticas mostram que quem tem a melhor defesa e o melhor ataque tem uma chance maior de ser campeão, e estamos buscando isso”, explica o meia. “Fazer três gols ontem (domingo) mostra que nosso ataque está funcionando, e não tomar gols mostra que a defesa está funcionando. Fico feliz pela nossa vitória e pelo desempenho da equipe, sei que isso dá confiança para o jogo de quarta-feira.”

Estadao Conteudo
Copyright © 2022 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement
Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here