Segurança

Nora confessa ter dopado Duramir antes de matá-lo e desmente ter sido assediada

COMPARTILHE
A nora de Duramir Monteiro Silva, suspeita de ter matado o ciclista prestou um novo depoimento na tarde dessa terça-feira (5), após ser presa.
10307
Advertisement
Advertisement

A nora de Duramir Monteiro Silva, suspeita de ter matado o ciclista prestou um novo depoimento na tarde dessa terça-feira (5), após ser presa. Beatriz Gazone de Azevedo, de 20 anos, confirmou que ela e o namorado doparam o ciclista, desmentiu a declaração inicial de que ele a teria assediado e, ainda, confirmou que o crime foi premeditado.

Continua depois da publicidade

A jovem foi detida na tarde de ontem, em um hotel no bairro BNH, em Cachoeiro de Itapemirim. A prisão foi realizada após ela tentar coagir a sogra para prestar depoimento que favorecesse o casal.

De acordo com o titular da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cachoeiro de Itapemirim, delegado Felipe Vivas, Beatriz confessou ter utilizado dez comprimidos de clonazepam e dez de diazepam, na comida, para dopar Duramir.

Ela ainda desmentiu a primeira declaração de que o sogro a teria assediado, alegou que o assassinato foi planejado e, ainda disse que o real motivo do crime é que o casal queria a casa em que morava para eles.

Continua depois da publicidade

“Primeiramente Duramir foi dopado e, só quando ele já estava tonto por conta dos remédios, é que foi esfaqueado”, contou o delegado que demonstrou estar bastante chocado com tamanha crueldade dos assassinos.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here