Espírito Santo

MPES obtém liminar para retirada de outdoor com conteúdo homofóbico de igreja em Aracruz

COMPARTILHE
A Justiça acatou pedido do Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), em ação da Promotoria de Justiça de Aracruz, e deu prazo de
452
Advertisement
Advertisement

A Justiça acatou pedido do Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), em ação da Promotoria de Justiça de Aracruz, e deu prazo de 24 horas para a retirada de um outdoor, patrocinado por uma igreja de Aracruz, com mensagem homofóbica e promoção de discurso de ódio. Na ação civil pública o MPES deixa claro que o outdoor é uma agressão gratuita, sem qualquer lastro passível para justificar a mensagem publicada, não havendo notícias de que o movimento LGBTQIA+ estaria perturbando famílias ou empreendendo qualquer espécie de ataque a instituições religiosas em atividade no município de Aracruz.

Advertisement
Continua depois da publicidade

O outdoor foi instalado em frente a um colégio particular, próximo à Câmara dos Vereadores, no Centro da cidade. Com uma família se protegendo embaixo de um arco-íris, e com os dizeres homofóbicos, a igreja evangélica Pibara assina o painel.

Advertisement
Continua depois da publicidade