Política Nacional

Lula aparece na frente em todos cenários do segundo turno de pesquisa FSB/BTG

COMPARTILHE
A pesquisa realizada pelo Instituto FSB, encomendada pela BTG Pactual, mostra o candidato do PT, o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva
75
Advertisement
Advertisement

A pesquisa realizada pelo Instituto FSB, encomendada pela BTG Pactual, mostra o candidato do PT, o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva, na frente em todos os cenários apresentados num eventual segundo turno. Por sua vez, o presidente Jair Bolsonaro sairia derrotado, no segundo turno, em todos os cenários apresentados na pesquisa – apesar de um empate técnico em um deles – que foi realizada por telefone (via CATI), entre os dias 8 e 10 de julho de 2022. Foram entrevistados 2.000 eleitores. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, com intervalo de confiança de 95%.

Advertisement
Continua depois da publicidade

No primeiro cenário do segundo turno, Lula aparece com 53% das intenções de voto, com o presidente Jair Bolsonaro ficando com 37%. Não optaram por nenhum dos dois, neste caso, 9% dos entrevistados, e 1% não sabem ou não responderam. O ex-presidente mostra uma variação positiva de um ponto percentual, referente à pesquisa realizada em junho deste ano. O índice de Bolsonaro e os demais mostram estabilidade, permanecendo os mesmos em relação ao levantamento anterior.

Lula vence em todos os outros cenários apresentados. Contra Ciro Gomes (PDT), o candidato do PT fica com 48% das intenções de voto, enquanto o pedetista aparece com 30%. Neste cenário, 13% não escolheram nenhum dos dois, brancos ou nulos somam 8%, e não sabem ou não responderam, 1%.

Continua depois da publicidade

Já contra a candidata do PMDB, Simone Tebet, Lula aparece com a maior vantagem, na pesquisa. O petista fica com 52% das intenções de voto, enquanto Tebet aparece com 27%. Não escolheram nenhum dos dois, 12% dos entrevistados. Brancos e nulos somam 7% e não souberam ou não responderam, 2%.

Outros dois cenários foram levantados pela pesquisa FSB/BTG. E nos dois, o presidente Jair Bolsonaro também sairia derrotado nas eleições de 2 de outubro. Contra Ciro Gomes, Bolsonaro aparece com 38% das intenções, enquanto o candidato do PDT venceria com 48%. Não votariam em nenhum dos dois 7%. Brancos e nulos totalizam 5% e não souberam ou não responderam, 1%.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Contra a peemedebista Simone Tebet, Jair Bolsonaro aparece com 40%, abaixo das intenções para Tebet que ficou com 42%. Ou seja, ele está atrás na pesquisa, mas dentro da margem de erro, podendo variar entre 38% a 42%, enquanto a candidata do PMDB pode variar entre 44% e 40%, o que sinalizaria uma possibilidade de vitória para Bolsonaro, com margem bem apertada, contra Simone Tebet, num eventual segundo turno.

Pesquisa estimulada e espontânea

Na pesquisa estimulada (quando se apresenta os nomes dos candidatos) de intenções de votos, no primeiro turno, Lula continua liderando a corrida presidencial, com 41% das intenções de voto, apresentando uma oscilação para baixo de 2%, dentro da margem de erro, em relação à pesquisa divulgada em junho. Enquanto o presidente Jair Bolsonaro aparece em segundo lugar, com 32%, também oscilando 1% para baixo, referente à pesquisa anterior. A avaliação do Instituto FSB é de que o cenário continua estável.

Na questão espontânea – quando não se apresenta os nomes dos candidatos, com o entrevistado fala o primeiro nome que vem à cabeça, o ex-presidente Lula aparece com 40% (apenas um ponto percentual abaixo da estimulada), enquanto o presidente Bolsonaro soma 30% (dois pontos percentuais abaixo da estimulada). Essa pequena variação pode demonstrar uma estabilidade e fixação dos nomes dos candidatos em seu eleitorado.

Advertisement