Segurança

Jovem de 28 anos é flagrado pela PF com carga de anabolizantes irregulares em Cachoeiro

COMPARTILHE
1571
Advertisement
Advertisement

Um jovem de 28 anos foi preso em flagrante na tarde desta quinta-feira (30) no momento em que fazia a retirada de uma encomenda na principal agência dos Correios de Cachoeiro de Itapemirim. De acordo com a Polícia Federal, a caixa continha anabolizantes.

Continua depois da publicidade

A ação se iniciou após a Área de Segurança dos Correios informar à Delegacia de Repressão aos Crimes Fazendários, em Vitória, que havia uma encomenda suspeita com indicativos de material irregular que seguiria para seu destinatário, em Cachoeiro de Itapemirim.

Policiais federais solicitaram à Justiça uma ordem judicial para que pudessem fazer a entrega do material e, com autorização do poder judiciário, realizar uma vistoria na casa do suspeito.

No entanto, segundo a PF, havia a preocupação de que, temendo justamente uma ação policial, o destinatário tivesse optado por apontar outro endereço para o recebimento da encomenda.

Continua depois da publicidade

Os policiais acompanharam o momento em que o homem recebia a encomenda e fizeram a prisão em flagrante após a constatação de que no interior do pacote foram encontradas diversas embalagens contendo anabolizantes importados e de origem desconhecida.

Na sequência, foi dado cumprimento ao mandado de busca na residência do investigado, onde havia mais anabolizantes semelhantes aos encontrados na encomenda. Sem oferecer resistência à prisão, ele confessou que adquiriu todo material pela internet e que não os comercializava, apenas consumia e dividia com outros amigos.

O homem foi levado para a Delegacia de Polícia Federal de Cachoeiro de Itapemirim e, depois de realizado o registro, foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória de onde permanecerá à disposição da Justiça.

Advertisement
Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here