Cidades

Apiacá e Irupi são os menos transparentes conforme ranking no sul capixaba

COMPARTILHE
Os municípios de Apiacá e Irupi são os menos transparentes do sul do Estado e estão entre os três piores índices do Espírito Santo, de acordo
545
Advertisement
Advertisement

Os municípios de Apiacá e Irupi são os menos transparentes do sul do Estado e estão entre os três piores índices do Espírito Santo, de acordo com o Ranking Capixaba de Transparência e Governança Pública. O ranking foi lançado pela Transparência Capixaba, em parceria com a Transparência Internacional – Brasil, conforme avaliação feita em maio deste ano. Apiacá é o último do Estado com nota 22,8 e Irupi o antepenúltimo, com 26,6. A média de desempenho foi de 53,6.

Advertisement
Continua depois da publicidade

O trabalho, que avaliou os municípios mais ou menos transparentes do Espírito Santo, contou com apoio técnico e metodologia da Transparência Internacional e mostrou que as prefeituras ainda fornecem informações insuficientes para a população, apesar de ter municípios bem avaliados. Dos 78 municípios, 11 apresentaram nível “ótimo”, 13 prefeituras estão no nível “bom”, enquanto que a maioria (30) foi classificada como “regular” no nível de transparência e governança pública. Outros 24 municípios estão no patamar “ruim” do Ranking Capixaba. A melhor nota ficou com Colatina (98,3), no norte do Estado.

Considerando apenas o sul capixaba, Cachoeiro de Itapemirim é o município mais transparente, sendo terceiro do Espírito Santo, com a nota de 95,4. O segundo lugar, na região, ficou com Anchieta que teve nota 86,3 (8º no geral) e o terceiro, com Guaçuí, com nota 82,6 (10º no geral). Estes três municípios estão entre os mais transparentes, classificados como ótimos.

Menos transparentes

Já na parte de baixo do ranking, onde estão os municípios classificados como ruins na transparência estão Apiacá em último, na região e no geral, com nota 22,8, e Irupi, que é o penúltimo na região e antepenúltimo no Estado, com nota 26,6. Conforme a avaliação, os dois municípios não pontuaram em muitos dos indicadores da dimensão geral e da saúde.

Continua depois da publicidade

Na geral, Apiacá não pontuou na dimensão de legislação. Mas teve pontos em seis indicadores referentes a plataformas, em apenas um do administrativo e governança, em 14 de transparência financeira e orçamentária e em nenhum em comunicação, engajamento e participação. Na saúde, pontuou em dois indicadores referentes a plataformas, nenhum do administrativo e governança, em apenas um em transparência e abertura de dados e três em comunicação, engajamento e participação.

Já Irupi, teve uma avaliação bem parecida, mas conseguiu pontuação em um indicador na dimensão de legislação. Teve pontos em três indicadores referentes a plataformas, em apenas um, também, do administrativo e governança, em 14 de transparência financeira e orçamentária e em dois nos indicadores de comunicação, engajamento e participação. Enquanto na saúde, não pontou em indicadores referentes a plataformas, nem do administrativo e governança, em apenas um em transparência e abertura de dados e também em nenhum em comunicação, engajamento e participação.

A Transparência Capixaba atua no Espírito Santo, desde 2001, no combate à corrupção, no fortalecimento da democracia e no incentivo à participação ativa da população no controle social. A entidade não possui vínculos político-partidários, não recebe verbas públicas e atua com voluntários, voluntárias e parceiros com interesses comuns de aperfeiçoamento do ambiente público e das instituições democráticas. Saiba mais e apoie o trabalho da Transparência Capixaba.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Confira abaixo quais são os municípios mais ou menos transparentes no sul do Estado no ranking da Transparência Capixaba.

Transparência Capixaba – Sul do Estado

*Colocação geral entre parênteses

Cachoeiro de Itapemirim: 95,4 (3º)

Anchieta: 86,3 (8º)

Guaçuí: 82,6 (10º)

Dores do Rio Preto: 77,2 (13º)

Vargem Alta: 76,1 (15º)

Jerônimo Monteiro: 72,3 (16º)

Piúma: 71,8 (18º)

Ibatiba: 63,2 (21º)

Marataízes: 59,1 (25º)

Bom Jesus do Norte: 55,9 (28º)

Alfredo Chaves: 52,2 (34º)

Alegre: 51,9 (35º)

Mimoso do Sul: 50,2 (38º)

Iconha: 50,1 (39º)

Iúna: 47,1 (44º)

Presidente Kennedy: 42,8 (50º)

Divino de São Lourenço: 42,1 (51º)

Castelo: 39,6 (55º)

Muqui: 39,0 (57º)

Atílio Vivácqua: 37,9 (58º)

Ibitirama: 37,4 (60º)

Rio Novo do Sul: 34,5 (66º)

Itapemirim: 34,3 (68º)

Muniz Freire: 33,8 (69º)

São José do Calçado: 32,4 (73º)

Irupi: 26,6 (76º)

Apiacá: 22,8 (78º)

Confira no link abaixo o ranking completo de todo o Estado

Espírito Santo

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here